Viúva cristã é forçada voltar à antiga religião após morte do marido na Índia

Mas eu não vou deixar o Senhor Jesus, disse a viúva ao pastor. 

Viúva cristã é forçada voltar à antiga religião após morte do marido na Índia
Viúva cristã forçada a se reconverter após a morte do marido. Foto – Divulgação

Uma viúva cristã no estado de Odisha, Índia, foi forçada a se reconverter à sua antiga religião por aldeões que ameaçaram impedir seu funeral. A mulher cristã, apesar de sua perda e dor também foi atacada.

O marido, do grupo tribal Koya, que em grande parte pratica uma religião tradicional indiana animista, professou fé em Cristo e começou a frequentar a igreja com sua esposa, e junto com outros membros da família.

Após sua morte, os aldeões de Koya tiraram dinheiro da viúva à força, coagiram-na a se juntar novamente à comunidade forçando-a a se reconverter e conduziram o funeral de seu marido da maneira tradicional e não cristã.

Publicidade

“Hoje não tenho outra maneira e por isso aceitei o costume deles. Mas eu não vou deixar o Senhor Jesus. Eu voltarei novamente”, disse a viúva ao pastor. 

A mulher cristã, sob forte pressão e pesar pela perda de seu marido, também foi atacada fisicamente pelo irmão de seu marido, que durante uma disputa sobre a situação tentou espancá-la.

A morte de seu marido aconteceu depois que ele enfrentou oposição de membros de sua comunidade por sua conversão ao cristianismo, que confiscou partes de suas terras e tentou obstruir seu trabalho no que restava.

A perseguição de cristãos em áreas rurais é um problema persistente na Índia. Em janeiro, a Evangelical Fellowship of India (EFI) anunciou que havia registrado 327 casos de discriminação e violência dirigida contra cristãos em 2020, incluindo cinco assassinatos, pelo menos seis igrejas queimadas ou destruídas e 26 incidentes de boicote social.

Esta, afirmou a EFI, “não é de forma alguma uma lista exaustiva … Cristãos, especialmente nas áreas rurais de vários estados do país, foram vítimas de violência, tiveram suas orações congregacionais perturbadas e locais de culto atacados”.

Em maio, uma multidão de cerca de 150 extremistas hindus atacou e destruiu um prédio de igreja que estava sendo construído na vila de Bodoguda, também no estado de Odisha.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: