Pastor pode pegar um ano de prisão por realizar culto na Páscoa

Pastor pode pegar um ano de prisão por realizar culto na Páscoa
Pastor Jacob Reaume, da Trinity Bible Chapel em Waterloo, no Canadá. Foto – Divulgação

Um pastor canadense pode pegar até um ano de prisão depois que a polícia local o acusou de violar as restrições de saúde, ao realizar um culto na Páscoa. Além do risco de prisão, o pastor foi multado em US$ 100.000.

O pastor Jacob Reaume, da Trinity Bible Chapel em Waterloo, Ontário, disse em um blog que a polícia, visitou sua igreja na quinta-feira passada para entregar duas novas intimações para comparecer ao tribunal.

Segundo o Christian Headlines, uma das intimação era para a congregação, enquanto a outra era para o pastor Jacob. “Nossa ofensa? Adoramos o Cristo ressuscitado juntos no Domingo da Ressurreição”, escreveu o pastor.

“E de acordo com nossa fé, essa é a razão pela qual devemos reformar nossa adoração a Jesus Cristo, Rei dos reis e Senhor dos senhores, no Dia do Senhor”, acrescentou o pastor.

Cada uma das acusações pessoais acarreta uma multa máxima de $ 100.000 e um ano de prisão, enquanto a acusação para a igreja acarreta uma multa máxima de $ 10.000.000 se for condenada.

Sob as restrições de saúde, as igrejas no Canadá são limitadas a 15 por cento da capacidade para reuniões pessoais. A capacidade da Trinity Bible Chapel, está em torno de 600 pessoas, embora Reaume, diga que pode conter mais do que isso.

O pastor argumentou que as restrições não refletem a situação na região, onde ele disse que 10 pessoas estão em UTIs locais com COVID-19, em uma área com uma população de mais de 500.000.

As restrições, acrescentou ele, são um exemplo de exagero do governo especialmente à luz da longa duração das restrições. “Em um ponto, eram 15 dias para aplainar a curva. Isso foi há mais de um ano.” Disse ele.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: