Pastor na Índia é forçado a participar de ritual hindu

Eles forçaram o pastor Bhandari a realizar vários rituais hindus

Pastor na Índia é forçado a participar de ritual hindu
O pastor Sanjay Bhandari, foi espancado e levado contra sua vontade pela multidão. Foto – Divulgação

Um pastor no estado de Karnataka na Índia, foi brutalmente atacado e forçado a realizar rituais hindus por uma multidão de nacionalistas hindus radicais. Os líderes da igreja local afirmam que o incidente é apenas um dos oito ataques a cristãos locais.

Em 5 de abril, o pastor Sanjay Bhandari e sua esposa estavam visitando parentes na vila de Halaga quando foram atacados por uma multidão de nacionalistas hindus radicais. A multidão arrastou o pastor Bhandari para fora da casa de seu parente, espancou-o, zombou dele e o arrastou para um salão de adoração alugado que ele costumava dirigir os cultos de domingo.

De acordo com o Morning Star News, a multidão alegou falsamente que o pastor Bhandari se envolveu em conversões religiosas ilegais para justificar seu ataque.

Publicidade

“Eles abusaram de mim e de Jesus Cristo em linguagem obscena e me pressionaram a gritar ‘Jai Sri Ram’ que significa ‘Glória ao Senhor Rama’, enquanto me batiam.

Eles me bateram nas partes íntimas, no rosto, no peito e em todo o corpo, acusando-me de tentar converter minha cunhada. Tentei dizer a eles que a casa pertence à minha cunhada e que eles já são cristãos e membros da minha igreja.”

Quando a multidão chegou ao salão de adoração, eles forçaram o pastor Bhandari a realizar vários rituais hindus. A turba então forçou o pastor Bhandari a aplicar um Kumkum na testa e aplicar o Kumkum na cabeça de sua esposa.

“Eles torturaram o pastor Sanjay física e mentalmente. o pastor ainda foi forçado a realizar rituais hindus contra sua vontade. Disse Santosh Satpute, membro da igreja. O assédio e a tortura que ele sofreu estão além de qualquer descrição.”

A multidão então disse ao pastor Bhandari, que ele não tinha permissão para ser visto na área novamente. Eles também exigiram que ele fechasse a igreja que dirigiu nos últimos sete anos.

Assistia ao vídeo:

Os líderes cristãos locais relataram o incidente à polícia. No entanto, um relatório policial não foi feito contra os agressores até que um advogado, contratado pelo pastor Bhandari, fez uma petição a oficiais superiores da polícia e relatou o incidente à mídia local.

Até o momento, nenhuma prisão foi feita pela polícia, apesar de sete indivíduos terem sido identificados no relatório policial.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: