Esposa de pastor é encontrada morta em rio de Santa Catarina

Mariane Kelly Souza, tinha 35 e foi encontrada morta as margens do rio Itajaí-açu, em Santa Catarina.

Esposa de pastor é encontrada morta em rio de Santa Catariana
Mariane Kelly Souza, tinha 35 e foi encontrada morta as margens do rio Itajaí-açu, em Santa Catarina. Foto – Divulgação

A esposa de um pastor de Itajaí (SC), foi encontrada morta na última sexta-feira (9) no rio Itajaí-açu, em Navegantes, a mulher estava com as mãos amarradas. Segundo a Polícia Civil de Itajaí, Mariane Kelly Souza, tinha 35 anos.

Ela desapareceu na tarde de quinta-feira (8), e foi vista pela última vez ao sair da cafeteria em que trabalhava. Mariane teria entrado em um veículo cinza e não foi mais localizada, de acordo com informações da Polícia Militar (PM).

O marido dela chegou a usar as redes sociais para falar que o automóvel no qual Mariane entrou era de um aplicativo de transporte. Porém, de acordo com a Polícia Militar de Santa Catarina, o carro era particular.

Entre a noite de sábado (10) e madrugada de domingo (11), um carro foi encontrado pelos policiais em uma mata de Navegantes. No entanto, polícia não confirmou se esse foi o carro usado no crime.

O delegado Sérgio de Sousa, da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí, disse que o caso está em sigilo. Por isso, não há informações de presos ou pessoas que são suspeitas, segundo informações do portal G1.

Mariane e o marido conhecido como pastor Jota Souza, moravam na região do Vale do Itajaí há cerca de 9 anos. Eles vieram da Bahia com a filha que, atualmente, tem 16 anos. A família frequentava a igreja CEI Itajaí.

De acordo com o portal UOL, o pastor esposo da vítima não integrava a cúpula de nenhuma congregação religiosa. O portal informa, que há 1 ano, ele deixou o quadro de pregadores do Ministério de Evangelismo Sem Fronteiras, porém ainda frequentava a igreja com Mariane.

Uma amiga que congrega na mesma igreja de Mariane, lembra dela com carinho nos cultos de mulheres e recepção da igreja.

“Eu conhecia ela como membro da igreja, uma mulher acolhedora, sorridente, a via sempre nos cultos, quando saia normalmente a cumprimentava na porta já, e sempre alegre”, Disse.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: