Polícia invade igreja doméstica durante culto, na China

Um igreja doméstica em Chengdu foi invadida no domingo, pelas autoridades e cinco cristãos levados para a delegacia de polícia

Policia invade igreja doméstica durante culto, na China
Igreja doméstica é invadida pela polícia durante culto em Chengdu, na China. Foto – Divulgação

Uma igreja doméstica em Chengdu, na China, foi invadida durante seu culto, no domingo (7)  de março, antes de a polícia levar o casal de pastores encarregados pela igreja e outros três cristãos para interrogatório.

Quando a Igreja Spring of Life (East Hall) estava tendo seu culto, as autoridades locais junto à polícia interromperam o serviço e levaram o ancião Cha Changping, que é responsável pela igreja, sua esposa e outros cristãos.

Segundo à International Christian Concern (ICC), o pastor Changping junto aos outros só foram liberados à tarde, depois de serem questionados e informados de que “se reuniram ilegalmente”.

Em 10 de janeiro de 2019, a igreja também passou por uma operação semelhante, onde foram orientados a “não organizar atividades religiosas ilegais” pelas autoridades locais. Alguns livros foram confiscados no processo.

O ancião Cha Changping, foi um dos líderes cristãos que assinou “Uma Declaração Conjunta de Pastores: Uma Declaração para o Bem da Fé Cristã” em 2018, uma iniciativa iniciada pelo pastor agora preso Wang Yi da Igreja do Pacto de Early Rain, criticando a falta de liberdade religiosa na China.

Nos últimos anos, as autoridades muitas vezes têm como alvo as igrejas domésticas desses signatários cristãos e ameaçam fechá-las caso não se juntem às igrejas dos Três membros sancionadas pelo estado.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: