Igrejas serão fechadas em nova ‘fase emergencial’ em São Paulo

Doria anuncia 'fase emergencial', com proibição de cultos religiosos em São Paulo

Igrejas em São Paulo serão fechadas em fase emergencial
Doria anuncia ‘fase emergencial’, com proibição de cultos religiosos em São Paulo. Foto – Divulgação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (11), a criação da chamada “Fase Emergencial” para tentar conter o avanço de casos, internações e mortes pelo novo coronavírus no estado.

Denominada de Fase Emergencial, segundo à CNN Brasil, a nova medida afeta as igrejas com a proibição de cultos em todo estado de SP, além de se estender a retirada de alimentos em restaurantes e atividades esportivas coletivas.

A Fase Emergencial aumentará medidas restritivas em 14 atividades, colocando mais 4 milhões de pessoas em restrições adicionais.

Publicidade

Veja o que muda com a Fase Emergencial:

• Comércio

As restrições da fase vermelha continuam em vigor. Já lojas de material de construção deverão permanecer fechadas por duas semanas a partir da segunda-feira (15).

• Bares e restaurantes

Ficam suspensos os serviços de “take away” em restaurantes – quando o cliente vai até o estabelecimento para buscar sua refeição.

Serão permitidos apenas os serviços de delivery (durante todo o dia) e drive-thru (das 5h às 20h).

• Escolas

Recomendação para que todas as atividades nas escolas sejam reduzidas ao mínimo necessário para diminuir a circulação de pessoas.

Os recessos de abril e outubro serão antecipados para o período de 15 a 28 de março, sem prejuízo do calendário escolar.

• Esportes

Torneios esportivos, como o Campeonato Paulista de futebol, serão paralisados. Como a Fase Emergencial passa a valer a partir de segunda-feira (15), os jogos marcados para o sábado (13) e o domingo (14) estão mantidos.

• Centros religiosos

As medidas incluem a proibição de cultos. No período de restrição aumentada, porém, igrejas poderão abrir para as pessoas entrarem e rezarem, mas não poderão acontecer celebrações.

• Tele-trabalho obrigatório

Deve ser adotado para atividades administrativas não essenciais em orgãos públicos e escritórios e qualquer atividade desde que o setor não seja essencial.

• Escalonamento no horário de trabalho

Foi recomendado o escalonamento do horário de entrada no trabalho para evitar aglomerações no transporte público. A sugestão é a seguinte:

  • 5h-7h: Trabalhadores da Indústria
  • 7h-9h: Trabalhadores de Serviços
  • 9h-11h: Trabalhadores do Comércio

• Toque de Recolher

O governo estabeleceu que entre 20h e 5h será instituído o toque de recolher em todo o estado.

• Parques e praias

Durante a Fase Emergencial, o uso de praias e parques será proibido.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: