Famílias cristãs perdem tudo em campo de refugiados de Bangladesh

Cristãos são atingidos por incêndio em campo de refugiados de Bangladesh

Famílias cristãs perdem tudo em campo de refugiados de Bangladesh
Cristãos são atingidos por incêndio em campo de refugiados de Bangladesh. Foto – Divulgação

Muitas famílias cristãs perderam seu abrigo e os poucos pertences que possuíam quando um incêndio envolveu um amplo campo de refugiados Rohingya em Cox’s Bazar, Bangladesh, em 22 de março.

A agência de refugiados das Nações Unidas disse que 11 pessoas morreram no inferno e 560 ficaram feridas. Segundo relatórios, cerca de 45.000 refugiados foram deslocados quando as chamas atingiram seções do campo densamente lotado, destruindo abrigos.

Cox’s Bazar é o lar de quase um milhão de Rohingya étnicos, principalmente muçulmanos, entre os quais algumas centenas de convertidos cristãos Rohingya de outras origens; todos fugiram de sua terra natal em Mianmar (Birmânia) para escapar da perseguição nas mãos do exército.

Publicidade

“É enorme, é devastador”, disse Johannes van de Klaauw do ACNUR ao descrever a escala do incêndio, que destruiu seis instalações de saúde e um hospital de campanha.

As famílias cristãs desabrigadas agora estão vivendo em abrigos temporários, com ajuda da Barnabas Fund, está fornecendo alimentos, roupas e utensílios. A organização informou que vai construir novas casas para substituir as destruídas no incêndio.

A isolada comunidade cristã Rohingya em Coxs Bazar é duplamente perseguida. Tendo fugido da perseguição em sua terra natal, os cristãos são perseguidos por uma minoria extremista entre os refugiados muçulmanos Rohingya no campo.

Em janeiro deste ano, cerca de doze cristãos ficaram feridos em vários ataques de multidões muçulmanas Rohingya. Os ataques aconteceram depois que a (ONU) levantou preocupações sobre a perseguição anticristã no campo.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: