Cristãos palestinos ganham maior representação no Parlamento

Palestina decreta mínimo de 7 assentos para cristãos no parlamento

Cristãos palestinos ganham maior representação no Parlamento
Presidente da Palestina, Mahmoud Abbas. Foto – Divulgação

O presidente palestino Mahmoud Abbas, aumentou o número de assentos no parlamento reservados para cristãos de seis para sete. Os palestinos devem escolher 132 legisladores com base na representação proporcional de territórios ocupados.

A próxima eleição na Palestina, está programada para ocorrer em 22 de maio, e exigirá que pelo menos sete cristãos sejam eleitos, embora mais cristãos possam ser incluídos nas listas de votação para que haja mais assentos permitidos.

Segundo o ex-ministro da Economia da Palestina, Bassem Khoury, a cota é importante para que os cristãos palestinos não sejam sub-representados. Os cristãos já constituíam 20% a 35% da população, embora agora esse número tenha diminuído para 1% a 2%.

Ao garantir que a comunidade “minoritária cristã” tenha voz, espera-se que possa haver menos emigração. Um cristão expressou a esperança de que mais cristãos na liderança do governo ajudem a acabar com o discurso de ódio religioso.

Os políticos palestinos cristãos mais velhos, indicaram que não concorrerão nas próximas eleições para ajudar a promover oportunidades e crescimento para a comunidade, trazendo pessoas das gerações mais jovens para servir.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: