Como vivem os cristãos perseguidos em Mianmar

Os cristãos Mianmar muitas vezes são perseguidos pelas suas próprias famílias e comunidades budistas

cristãos perseguidos em Mianamar
Cristãos perseguidos em Mianamar. Foto – Divulgação

O nacionalismo religioso é especialmente forte em Mianmar, e impulsiona grande parte da perseguição aos cristãos. Há uma ênfase crescente no budismo, com exclusão de todas as outras religiões.

Mianmar é um país localizado no Sul da Ásia, os cristãos muitas vezes são perseguidos pelas suas próprias famílias e comunidades por abandonar ou “trair” o sistema de crença em que cresceram. Comunidades budistas, tornam a vida impossível para famílias cristãs por não permitir que usar recursos da como água.

Igrejas bem estabelecidas foram atacadas e, em alguns casos, monges budistas invadiram complexos de igrejas e construíram santuários budistas em seu interior. Grupos de igrejas não tradicionais também experimentam oposição, especialmente aqueles localizados em áreas rurais e / ou são conhecidos por atividades evangelísticas.

Publicidade

O governo tenta agir contra os monges budistas extremistas, mas envia sinais confusos, pois ficou claro que os monges extremistas contam com o apoio do exército. Mianmar é o cenário da mais longa guerra civil do mundo, que começou em 1948.

Embora muita atenção da mídia tenha sido dada à situação dos muçulmanos Rohingya, a guerra em curso contra grupos insurgentes – que afeta, entre outros, os estados de Kachin, Karen e Shan (todos os quais têm uma forte minoria cristã) – passaram despercebidos.

O Estado Chin, que é predominante cristão, também foi afetado pelos combates. Os cristãos são vulneráveis ​​à perseguição por grupos insurgentes e pelo exército, com mais de 100.000 cristãos no norte vivem em campos de deslocados internos, onde são privados de acesso a alimentos e cuidados de saúde.

O que mudou em Mianmar?

População: 54,8 milhões
Cristãos: 4.362.000
Religião: Budismo, cristianismo, islamismo, animismo e hinduísmo
Governo: República parlamentarista
Líder: Win Myint
Posição: 18º na Lista Mundial da Perseguição

De acordo com a lista mundial da perseguição da Portas Abertas, organização de apoio aos cristãos perseguidos, mostra que Mianmar saltou uma posição em relação ao ano passado, refletindo a severa perseguição que muitos cristãos enfrentam.

Os cristãos convertidos encontram hostilidade da família e da comunidade local, enquanto os crentes continuam presos nas lutas que assolam os estados de Kachin, Shan e Karen, todos com uma população cristã significativa, bem como o estado predominantemente cristão de Chin.

Quem é mais vulnerável à perseguição?

Os cristãos no estado de Kachin, no norte do país, são os mais expostos à perseguição, isso devido aos combates em curso, mais de 100.000 pessoas – a maioria cristã – estão vivendo em campos de deslocados internos (PDI), a maioria deles há anos, e o acesso humanitário a eles está bloqueado.

Os combates também continuam no estado vizinho de Shan, que tem uma grande minoria de cristãos, especialmente no norte. O estado de Chin, que é predominantemente cristão, também tem sido o local de muitos conflitos.

Ore por Mianmar

  • Ore por aqueles que deixaram o budismo para seguir Jesus – que Deus os fortaleça, os encoraje e os proteja.
  • Peça que todos os crentes em Mianmar recebam e desfrutem de uma comunhão frutífera com outros cristãos.
  • Ore para que o Senhor intervenha e traga uma solução pacífica para a guerra civil em curso.
Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: