Ataque contra igreja deixa 20 cristãos feridos na Nigéria

Crise da Hijab com muçulmanos deixa 20 cristãos feridos durante protesto em Ilorin, Estado de Kwara, Nigéria.

Multidão muçulmana ataca Igreja Batista de Surulere em Ilorin na Nigéria
Multidão muçulmana ataca Igreja Batista de Surulere em Ilorin na Nigéria. Foto – Divulgação

Pelo menos 20 cristãos, incluindo três pastores, ficaram feridos quando uma multidão de muçulmanos atacou a Primeira Igreja Batista de Surulere, em Ilorin, Estado de Kwara, Nigéria.

Os cristãos estavam reunidos na igreja para um protesto pacífico em 18 de março, quando uma multidão de muçulmanos dominou a presença da polícia. A turba jogou pedras por mais de uma hora e ameaçou queimar o prédio da igreja.

“Eles jogaram gasolina no portão da igreja e vandalizaram o auditório. Eles também foram adiante para vandalizar a Igreja Apostólica, Eruda, Ilorin, uma igreja sem nenhuma escola subsidiada.” Disse, Associação Cristã da Nigéria (ACN).

Publicidade
Alunos cristãos protestam contra o uso da Hijab, nas escolas da Nigéria.
Alunos cristãos protestam contra o uso da Hijab, nas escolas da Nigéria.

Os cristãos se reuniram para protestar contra uma diretiva do governo estadual de que as escolas cristãs devem permitir que as alunas muçulmanas usem um hijab, e o fechamento temporário de dez escolas em Ilorin, a capital do estado, por se recusarem a obedecer.

Os líderes da Igreja argumentam que permitir que os alunos usem roupas islâmicas vai contra os valores cristãos dessas escolas.

Reuben Idowu Ibitoye, secretário-geral da Associação Cristã da Nigéria (CAN), argumentou que as escolas religiosas “não podem ser islamizadas tecnicamente a partir do uso do hijab”.

Ibitoye também apontou que permitir a vestimenta islâmica ajudaria terroristas envolvidos em sequestros em escolas a identificar rapidamente crianças cristãs.

A decisão resultou em violência, já que a equipe cristã da escola da Primeira Igreja Batista  impediu as meninas muçulmanas que voltaram para as aulas com seu código de vestimenta hijab, provocando assim as meninas e seus pais no terreno.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: