Padre celebra missas no telhado da igreja por causa do lockdown

O pároco transforma o telhado de sua igreja em altar para ministrar aos fiéis

O padre Juan López celebrando uma missa do telhado da Igreja
O padre Juan López celebrando uma missa do telhado da Igreja. Foto – Divulgação

Por causa do lockdown no Peru, o padre Juan López, todos os domingos sobe ao telhado de sua igreja para celebrar as missas, durante a apandemia. O pároco transforma o telhado da igreja em altar para ministrar aos fiéis, na cidade de Tomayquichua.

As missas do Padre López tornaram-se a grande atração aos domingos em quarentena em Tomayquichua, uma cidade tranquila e pacífica de pouco mais de mil habitantes no coração da Cordilheira dos Andes, na região central de Huánuco, que é uma das mais afetadas de Peru nesta segunda onda de coronavírus.

“Se missas e reuniões são proibidas, sempre deve haver maneiras e meios para chegar até as pessoas. O que importa é encontrá-las”, explica o padre López à Efe.

“Na vida há muitos obstáculos, mas sempre há saídas. Nesse sentido, eu disse que o teto não pode de forma alguma ser motivo para eu parar de pregar”, acrescenta.

Do alto da Igreja de Santa Rosa de Tomayquichua, a vista é vertiginosa e obriga a caminhar com muito cuidado sobre a estrutura côncava da abóbada central, um exercício de equilíbrio para evitar uma queda fatal dos 13 metros de altura.

Na cúspide da frente da igreja, o Padre López aparece pontualmente todos os domingos às 10 horas da manhã e sua voz se estende até os confins de Tomayquichua para que ninguém na cidade fique sem acompanhar a missa de suas casas.

“Serão cerca de cem pessoas em telhados, varandas e janelas, mas a grande maioria me segue pelas redes sociais”, diz o padre López , que transmite essas homilias ao vivo de seu próprio celular. O do último domingo foi visto por mais de 3.700 pessoas.

“Esta segunda onda é muito pior que a primeira. A isso devemos acrescentar que não temos hospitais, nem pessoal, nem suprimentos, nem oxigênio. Faltam quatro coisas hoje em nosso Huánuco”, conclui Padre López .

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: