Jovem cristão é preso acusado de violar a lei anticonversão na Índia

O jovem foi preso após ser denunciado pelos sogros por se conveter aos cristianismo, no estado indiano de Odisha, na Índia.

O jovem foi preso após ser denunciado pelos sogros por se conveter aos cristianismo, no estado indiano de Odisha, na Índia
O jovem foi preso após ser denunciado pelos sogros por se conveter aos cristianismo, no estado indiano de Odisha, na Índia. Foto – Divulgação

Um jovem cristão de 20 anos, está preso no estado de Odisha, acusado de violar a lei anti-conversão pelos seus sogros, na Índia. A falsa acusação é o resultado de meses de conflito com os sogros depois que ele se converteu ao cristianismo.

O jovem jovem Raja Kartami, nasceu em uma “família hindu” e se casou com sua esposa, Rambati Madkami, em 2019. Em 2020, a mãe de Kartami ficou doente e não conseguiu se recuperar após muitas visitas a diferentes médicos.

Em outubro de 2020, a mãe de Kartami pediu a seu filho que a levasse a um pastor cristão para oração. Kartami contatou um pastor local e eles foram convidados a participar de um culto de adoração no domingo, onde sua mãe receberia oração.

Publicidade

Leia também:

Depois de assistir ao culto, a mãe de Kartami foi curada da doença. Desde então, o jovem Kartami sua mãe e sua irmã mais velha começaram a assistir aos cultos. Em dezembro de 2020, os três se converteram ao cristianismo e foram batizados.

Quando os pais de sua esposa descobriram que Kartami se tornaram cristãos, começaram a ameaçá-lo e à sua família. Eles alegaram que Kartami havia aceitado uma religião estrangeira e planejava forçar sua filha a se converter ao cristianismo. Os sogros de Kartami levaram Rambati à força de volta para sua casa.

Em janeiro de 2021, Rambati, grávida de quatro meses, deixou a casa dos pais e voltou para Kartami. Quando os pais de Rambati descobriram, eles atacaram Kartami e sua família. Em 15 de janeiro, eles acusaram falsamente Kartami de sequestro e tentativa de converter Rambati ao cristianismo à força.

A polícia prendeu Kartami e o levou para a prisão em Malkangiri. Durante a investigação inicial, a polícia determinou que Kartami não sequestrou Rambatii, então as acusações de sequestro foram retiradas.

No entanto, Kartami é acusado de violar a lei anticonversão de Odisha por supostamente tentar converter à força sua esposa ao cristianismo. Até o momento, Kartami continua na prisão em Malkangiri.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: