Enfermeira cristã na China é rebaixada de função causa de sua fé

Após ser interrogada e tratada como criminosa no hospital onde trabalhava há 20 anos, a enfermeira cristã é rebaixada de função, em hospital na China

Enfermeira chinesa em hospital atingido por coronavírus
Enfermeira chinesa em hospital atingido por coronavírus. Foto – Divulgação – Youtube

Uma enfermeira cristã na China, de quase 50 anos, foi rebaixada de sua função de vice-chefe do hospital, devido à sua fé. A enfermeira chinesa Grace Ouyang*, era uma cristã fervorosa que compartilhava o evangelho com muitos colegas no hospital.

Ela estava encaminhada para ser promovida a enfermeira-chefe, mas foi ignorada por causa da fé. Porém, esse contratempo não a impediu de continuar trabalhando dedicadamente no hospital, nem diminuiu seu entusiasmo ao evangelizar. Mas, há cerca de três anos, as coisas pioraram.

Segundo a organização Portas Abertas, que apóia os cristãos perseguidos funcionários do alto escalão do hospital, apareceram no escritório de Grace. “Não houve aviso prévio”. Eles entraram, sentaram e me interrogaram durante um dia todo, sem intervalo.

Leia também:

Mais tarde, descobri que questionaram muitos de meus colegas para conseguir informações sobre minhas ‘atividades religiosas’. Essa repentina e dramática ação da gerência do hospital me fez parecer uma criminosa”, disse Grace.

A partir daquele dia, os colegas de Grace passaram a manter distância dela, com medo de serem envolvidos nesse incidente aparentemente sério. Após a investigação, Grace foi rebaixada e recebeu tarefas não essenciais. Sua nova renda era uma fração do que costumava ser.

Grace lidou com essa injustiça durante um ano, repetidamente perguntando a Deus porque isso aconteceu com ela. Sua carreira profissional ficou em farrapos e seu trabalho duro de tantos anos foi reduzido a nada. Ela se sentiu sozinha e traída.

“Mas, com a graça de Deus, a frustração e o luto gradualmente me deixaram. Eu encontrei paz quando aceitei o que sempre acreditei, que apenas o trabalho de Deus tem valor eterno. Todo o resto é temporário. Tudo passará”, ela disse.

Permanência inabalável

O aumento da perseguição tem levado os cristãos chineses a situações como a vivida por Grace. Porém, cristãos de origem muçulmana experimentam uma perseguição ainda mais severa no país. Suas orações e apoio dão a eles a força e encorajamento que precisam para permanecerem inabaláveis.

*Nome alterado por segurança.