Bebê morre afogado durante batismo em Igreja Ortodoxa Romena

Bebê morre afogado durante cerimônia de batismo em igreja na Romênia.

Bebê morre afogado durante cerimônia de batismo em igreja na Romênia
Bebê morre afogado durante cerimônia de batismo em igreja na Romênia. Foto – Divulgação

A Igreja Ortodoxa Romena está enfrentando criticas depois que um bebê morreu afogado ao ser imerso três vezes na água benta, durante o batismo. O bebê sofreu uma parada cardíaca após a cerimônia e foi imediatamente levado ao hospital.

O incidente aconteceu em uma Igreja Ortodoxa, na cidade de Suceava, na Romênia, no dia 31 de janeiro. A igreja tem recebido forte reação após o incidente, com uma petição sendo lançada instando a denominação a alterar a forma como conduz os batismos.

Um porta-voz do hospital disse: “Um bebê de um mês e meio foi encontrado em parada cardíaca na igreja após o cerimônia de batismo. O bebê foi socorrido pela unidade SMURD que atenderam no local.

Publicidade

“Ele foi internado em estado grave na unidade de terapia intensiva do hospital, foi intubado e ventilado mecanicamente.” A criança morreu mais tarde.

“O menino chorava, mas o padre o submergiu três vezes na água e ele inalou água”, disse o pai do bebê, segundo a imprensa local. “[Eu] tirei, limpei, dos médicos descobri que ele inalou 110ml de água … Se você ver uma criança com a boca escancarada e chorando, você não a mergulharia completamente na água, não é?”

Petição

“A morte de um bebê recém-nascido por causa dessa prática é uma grande tragédia”, diz a petição. “Esse risco deve ser descartado para que a alegria do batismo triunfe.” A petição obteve mais de 56.000 assinaturas na noite de quinta-feira.

A Arquidiocese de Suceava disse em um comunicado: “Não há palavra ou ação para enxugar as lágrimas e agora acalmar os ouvidos quebrantados de pais e parentes, mas estamos com eles neste momento particularmente difícil”.

O patriarcado romeno, Vasile Banescu, disse que a igreja sentiu “profunda compaixão pela família da criança falecida”.

Também foi aberto um caso de homicídio culposo contra o padre romeno em questão, que é da cidade de Suceava, no nordeste do país. Os batismos em igrejas ortodoxas geralmente envolvem o bebê submerso três vezes em rápida sucessão. Esta não é a primeira vez que essas cerimônias causam polêmica.

Em 2019, um padre ortodoxo russo foi flagrado batendo numa criança, depois que começou a gritar. O vídeo mostra o padre se esquivando da mãe enquanto ela tenta resgatar seu filho. O padre foi posteriormente proibido de realizar batismos por um ano.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: