Pastor é morto a tiros ao impedir mulher de matar sua esposa, nos EUA

Mulher de 18 anos acusada de assassinar pastor a tiros, na tentiva de matar sua esposa. A supeita foi presa pela polícia do condado de Choctaw.

Pastor é morto a tiros ao impedir mulher de matar sua esposa, nos EUA
O pastor Tim Pearson junto com esposa Melony. Foto – Divulgação

Um pastor de uma igreja no Alabama (EUA), foi morto a tiros, na manhã de sábado (9), ao impedir uma mulher de 18 anos, de matar sua esposa. A supeita identificada como Melissa Hill, foi presa pela polícia do condado de Choctaw.

De acordo com ABC News, o pastor Tim Pearson, líderava a Igreja Batista Mariah em Melvin, Alabama, teria sido baleado e morto pela mulher na manhã de sábado. A esposa de Pearson, Melony, também ficou ferida durante o ataque.

O xerife do condado de Choctaw, Scott Lolley, confirmou que a supeita identificada como Melissa Hill, de 18 anos, foi presa pela polícia depois que ela se entregou no mesmo dia do ataque. O legista do condado confirmou ainda que havia uma suspeita de crime envolvido na morte de Pearson, informou a agência de notícias local ABC News, afiliada ao WTOK.

Leia também:

De acordo com Cornelius Banks, um diácono da igreja, o pastor era amado por toda a comunidade. “Ele é como um desenho, ele atrairia você para Ele pelo que ele acredita”, disse Banks em um comunicado. “Ele me ajudaria muito no reino espiritual das coisas”, acrescentou.

Pearson estava casado com sua esposa há 34 anos e foi pastor por 27. Ele era pai de três filhos e tinha um neto. Ele era um ex-fuzileiro naval e se formou no Liberty Bible Institute da Liberty University em 1993.

Pearson também foi membro da Câmara do Congresso do condado de Choctaw, além de outros cargos de liderança. Ele também atuou como agente postal. Em 2009, ele recebeu o prêmio Choctaw Cidadão do Ano do Choctaw Sun-Advocate. Ele também recebeu o prêmio de voluntário Heart of Gold da United Way of Southern Alabama por seu trabalho com a United Way.

Hill está atualmente detida pelas acusações de assassinato com sua fiança fixada em ($ 1.050.000). Sua data de julgamento ainda não foi divulgada e seus motivos não foram discutidos publicamente.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: