Muçulmanos atacam igreja cristã durante culto de Natal, no Paquistão

A Igreja cristã foi atacada por uma multidão de muçulmanos durante culto de natal, no Paquistão

Igreja cristã é atacada por muçulmanos durante culto de natal, no Paquistão
Igreja cristã é atacada por muçulmanos durante culto de natal, no Paquistão. Foto – Divulgação

Na manhã de Natal em Lahore, Paquistão, uma multidão de 50 hà 60 homens muçulmanos atacou uma igreja cristã durante o culto de Natal. Eles tinham como objetivo sequestrar e agredir as mulheres presentes.

Os guardas de segurança e outros homens na igreja lutaram com as mãos nuas contra os intrusos que empunhavam o cajado, dando às mulheres tempo para escapar. Muitos homens cristãos sofreram ferimentos graves e fraturas durante a luta.

A situação piorou com a chegada da polícia. As autoridades ajudaram os muçulmanos derrotados a escapar e culparam os cristãos pela revanche. Neemias da FMI diz: “Eles repreenderam e ameaçaram a comunidade cristã, a igreja cristã, dizendo que é ilegal ter sua própria segurança”.

O que é realmente uma ação injustificada e ilegal da polícia local, porque foi anunciado pelo governo do Paquistão há dois anos que cada igreja deve ter sua própria segurança. Além que devem ter suas próprias câmeras de CFTV, arame farpado e equipamento médico. Explicou.

Leia atambém:

O FMI até ajudou várias igrejas a pagar por esses materiais de segurança com um programa de dois anos atrás.

Para piorar as coisas, a polícia prendeu guardas de segurança que espancaram a multidão, dizendo que eles infringiram a lei. Os cristãos no Paquistão ocupam as classes mais baixas. Toda a sociedade os despreza, considerando-os “intocáveis”.

Ataques constantes

Os cristãos paquistaneses também vivem com medo constante da violência, e esses ataques costumam ocorrer perto do Natal e da Páscoa. Neemias diz: “Cristãos, eles vivem em colônias no Paquistão. Eles não vivem aleatoriamente, mas vivem como um grupo em colônias para sua própria proteção. E porque os muçulmanos não permitem que eles fiquem com eles.”

Os cristãos paquistaneses se sentem abandonados, diz Neemias. Eles não veem ninguém cuidando deles. Ore para que Deus console esses crentes em seu sofrimento. Eles têm um lugar exaltado no reino de Cristo e um dia governarão com Ele quando Ele retornar.

Enquanto isso, ore para que a polícia corrupta do Paquistão comece a fazer seu trabalho e proteger as pessoas. Ore também para que esses seguranças sejam devolvidos a suas famílias.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: