Líderes cristãos dizem que falta liberdade religiosa, no Sudão

Líderes cristãos debatem sobre liberdade religiosa no Sudão
Líderes cristãos debatem sobre liberdade religiosa no Sudão. Foto – Divulgação

A liberdade religiosa no Sudão, parece estar aumentando à medida que o país continua mudando após a queda do ditador Omar al-Bashir foi deposto. No entanto, alguns líderes cristãos dizem que liberdade de religião, não está mudando a real situação dos cristãos.

Hani Faiz Butros, da Igreja Copta, disse à BBC que o governo não aprovou o pedido de sua igreja para construir um novo prédio. “Há 11 meses, buscamos permissão para construir uma igreja, mas ela não foi aprovada”, disse ele à Rádio Árabe BBC.

Não apenas a construção de novas igrejas não foi permitida, mas as dezenas de igrejas e propriedades que foram tiradas dos cristãos nas últimas décadas. No entanto, também não foram devolvidas.

Leia também:

O governo está dizendo que está trabalhando para garantir que a liberdade de religião, seja garantida para todos, mas eles precisam ter certeza de que ela comece a se mover para os cristãos. A minoria cristã da população do Sudão tem sofrido por tanto tempo e é hora de que tenham direito ao direito humano básico de praticar sua fé abertamente.

O Departamento de Estado dos EUA removeu o Sudão de sua lista dos países que estão envolvidos ou toleram violações da liberdade religiosa, em janeiro de ano passado. O Sudão, passou por muito escrutínio internacional por abusos à liberdade religiosa, como confiscar propriedades da igreja, aprisionar pastores na era do governo Bashir.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: