Líderes cristãos condenam ações de manifestantes pró-Trump

Vários pastores condenaram as ações dos manifestantes pró-Trump, após invadirem o edifício do Capitólio dos EUA.

Manifestantes pró-Trump invadem Congresso dos Estados Unidos
Manifestantes pró-Trump invadem Congresso dos Estados Unidos. Foto – Divulgação

Nessa quarta-feira (06), vários líderes cristãos condenaram as ações dos manifestantes pró-Trump que invadiram o edifício do Capitólio dos Estados Unidos, na tentativa de bloquear a confirmação da vitória eleitoral de Joe Biden.

A invasão ocorreu enquanto Câmara e Senado debatiam sobre acatar ou não as objeções aos resultados eleitorais, incluindo o Arizona, tradicional reduto republicano vencido por Joe Biden na eleição de novembro.

O ataque ao edifício do Capitólio, gerou indignação e uma ofensa à democracia para diversos líderes de igrejas nos (EUA), entre eles; Rick Warren, Russell Moore, Jentezen Franklin, Pastor John Hagee, usuaram as redes socias para repudiar as ações dos manifestantes.

O pastor Rick Warren, fundador da Saddleback Church na Califórnia, recorreu à Bíblia para repudiar os atos anti-democráticos e mandar uma indireta ao presidente Donald Trump.

No Twitter, o pastor estadunidense disse, aqui está o que Deus diz: “Quando o líder se preocupa com a justiça, a nação será forte, mas quando ele se preocupa apenas com dinheiro, ele arruinará seu país.” (Provérbios 29: 4).

Na mesma rede social, o pregador e teólogo, Russell Moore, que é presidente da ( Comissão de Ética e Liberdade Religiosa), publicou: “Este ataque da multidão ao nosso Capitólio e à nossa Constituição é imoral, injusto, perigoso e indesculpável. O que aconteceu ao nosso país é trágico e poderia ter sido evitado”.

O pastor John C. Hagee, fundador da Igreja Cornerstone em San Antonio, no Texas, foi mais enfático. Na rede social, Hagee disse: Os eventos que estamos testemunhando no Capitol hoje são uma abominação não americana e uma vergonha para nossa democracia. Não há absolutamente nenhuma justificativa para a violência que está ocorrendo. Não há nada de patriótico em invadir nosso Capitol.

O presidente Donald Trump, também usou as redes sociais para pedir que os manifestantes protestassem “pacificamente” e que lutassem pela verdade. Trump criticou vice-presidente, Mike Pence, por não ter barrado o reconhecimento dos votos.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: