Evangelismo na Uganda aumenta com ajuda da internet

O meio de comunicação está ajudando as igrejas que precisam alcançar a geração jovem ou aqueles que estão isolados.

Evangelismo na Uganda aumenta com ajuda da internet
Transmissão de cultos online na Uganda pela Glory Media House. Foto – Divulgação

Na era digital da comunicação, a internet aumentou o evangelismo na Uganda, com mais de vinte milhões de usuários. O meio de comunicação está ajudando as igrejas que precisam alcançar a geração jovem ou aqueles que estão isolados, longe de casa ou em quarentena em suas residências.

O último relatório de mercado da Comissão de Comunicações de Uganda (UCC) revela que, pela primeira vez em Uganda, o total de assinaturas de internet ultrapassou a marca de 20 milhões, sugerindo que quase um em cada dois ugandenses tem acesso à internet.

A Igreja das Nações do Pacto, onde Patience Museveni Rwabwogo é líder, o pastor disse em um relatório destacando as realizações do ministério em 2020 que, “temos sido capazes de alcançar mais pessoas por meio de nossas plataformas online e televisão, do que durante os cultos presenciais”

Publicidade

Leia também:

Outros como a Worship House – Nansana, Miracle Center Cathedral – Rubaga também relataram um grande aumento no número de pessoas que acessam os serviços da Igreja online.

Adoração em zoom, cultos religiosos do Facebook e Youtube ao vivo, influenciadores espirituais, cultos do Minecraft e pontos de intercessão são apenas alguns dos exemplos dados por especialista em tecnologia e mídia social da Igreja.

A diretora global de Parcerias Religiosas do Facebook, Nona Jones, revelou durante uma entrevista um número crescente de Igrejas utilizou a plataforma para continuar divulgando as boas novas, já que a maioria optou por fechar suas portas em face dos riscos representados pelos surtos de coronavírus.

“Houve um aumento bastante significativo no número não apenas de transmissões ao vivo, mas também de pessoas assistindo à adoração online e acho que uma das coisas que é realmente importante é que todos saibam que o Facebook está aqui”, disse Jones.

Crescimento

A Comissão de Comunicações de Uganda, entretanto, observou que este crescimento no total de assinaturas de Internet não leva em consideração o fato de que algumas pessoas têm mais de um gadget conectado à Internet.

O regulador de comunicações também atribuiu o crescimento à mudança na cultura de trabalho impulsionada pela pandemia da Covid-19, que levou muitas empresas a adotarem métodos de trabalho remotos, de acordo com o relatório de julho a setembro de 2020.

O UCC também relatou mais de 1 milhão de novas assinaturas móveis nos meses de julho, agosto e setembro de 2020, com o mercado superando 26,5 milhões de assinaturas fixas e celulares.

Novas questões

Os novos formatos de evangelismo digital, entretanto, levantam novas questões. Um deles diz respeito à comunhão, ofertas e batismo. Para alguns, a ideia da comunhão online gerou uma discussão teológica dentro da igreja.

A assistência pastoral, especialmente entre pessoas consideradas grupos de alto risco para Covid-19 e aqueles com surdocegueira, foi outro desafio.

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: