Pastor é espancado e deixado para morrer por radicais hindus na Índia

O pastor Shelton Vishwanathan após ser espancado na Índia, foi trancado em uma sala e deixado para morrer

O pastor Shelton Vishwanathan após ser espancado na Índia, foi trancado em uma sala e deixado para morrer
O pastor Shelton Vishwanathan após ser espancado na Índia, foi trancado em uma sala e deixado para morrer. Foto – Divulgação.

De acordo com o Morning Star News, um pastor foi espancado na Índia até ficar inconsciente e deixado trancado em uma sala para morrer por radicais hindus em Bihar. Biar é um estado da Índia localizado no leste do país.

Em 5 de outubro, o pastor Shelton Vishwanathan de 46 anos, foi atacado por seis radicais hindus enquanto distribuía folhetos evangélicos na vila de Tiryani. De acordo com o Morning Star News.

Segundo as informações, os nacionalistas radicais hindus confrontaram o pastor Shelton e disseram-lhe para parar de distribuir os folhetos. Depois que o pastor Shelton concordou com suas exigências, os nacionalistas atacaram.

Os homens apreenderam as chaves da scooter do pastor Shelton, tiraram seu telefone e o agrediram fisicamente. A última coisa que o pastor Shelton lembrou de ter acontecido foi que os nacionalistas estavam ameaçando oferecê-lo como um sacrifício a seu deus enquanto o espancavam.

“Eles me deram um soco nas costas e disseram que me ofereceriam como um sacrifício à sua divindade como punição” , disse o pastor Shelton ao Morning Star News. “ Eles desferiram fortes golpes na minha cabeça, de modo que logo desmaiei.”

Quando o pastor Shelton recuperou a consciência, ele foi trancado sozinho em um quarto escuro.

Deixado para morrer

“Eu gritei por ajuda, mas ninguém conseguia me ouvir ” , disse o pastor Shelton ao Morning Star News. “Fiquei deitado no chão sem comida ou água pelos próximos dias. Eles não me deram nada para comer ou beber.”

Depois de vários dias, uma senhora idosa que morava nas proximidades ouviu os gritos do pastor Shelton e o soltou da sala. A mulher idosa disse ao pastor Shelton que a porta estava trancada por fora e ela estava com medo de que os nacionalistas viessem atrás dela se descobrissem que ela o soltou.

“Se ela não tivesse ajudado, eu não estaria vivo hoje ” , disse o pastor Shelton ao Morning Star News. “Acredito plenamente que foi Deus quem a enviou para me ajudar.”

Seguir o Amigo De Cristo no Google Notícias

Deixar cometário no Facebook: