Casal cristão é libertado e deportado da Somalilândia

O casal, que foi preso pela polícia em 21 de setembro quando material cristão foi encontrado em sua casa.

Casal cristão é liberto na Somalilândia
Casal cristão é liberto na Somalilândia. Foto – Divulgação/Global Press Journal

Um casal cristão preso por evangelizar na Somalilândia, Estado não reconhecido de maioria muçulmana, foi libertado e deportado para a Somália, o que lhes permitiu viajar com seu filho mais novo para um país seguro e se reunir com seus dois filhos mais velhos.

O casal, que foi preso pela polícia em 21 de setembro quando material cristão foi encontrado em sua casa, compareceu várias vezes no tribunal regional da Somalilândia antes de ser inesperadamente libertado e condenado à deportação em 1 de novembro.

O advogado do casal observou que a decisão foi tomada depois que representantes do governo europeu levaram o caso ao Ministério de Assuntos Religiosos.

O Islã é a religião oficial da Somalilândia, que declarou independência da Somália em 1991. Sua constituição afirma que os indivíduos têm direito à liberdade de crença.

No entanto, a constituição também proíbe os muçulmanos de se converterem a outra religião, proíbe a propagação de qualquer religião que não seja o Islã e estipula que todas as leis devem cumprir os princípios gerais da sharia (lei islâmica).