Presidente de Uganda decreta dia de oração contra a Covid-19: “Visão de Deus”

Presidente de Uganda declara dia de oração contra a Covid-19: "Visão de Deus"
Presidente de Ugand Yoweri Museveni. Foto – Divulgação

O Presidente de Uganda declarou o dia 29 de agosto, como Dia Nacional de Oração. Esta foi uma resposta ao aumento das infecções por coronavírus no país. Sua decisão veio de uma mensagem que recebeu de um cidadão que tinha uma visão de Deus – “para que Deus nos livrasse do COVID-19”.

Muitos presidentes e líderes mundiais recorreram à espiritualidade para lutar contra o inimigo invisível, o coronavírus. Brasil, Estados Unidos e Filipinas são apenas alguns dos países que convocaram dias nacionais de oração para unir os cidadãos em oração.

Da mesma forma, Yoweri Museveni, Presidente de Uganda, juntou-se a este grupo para usar sua autoridade para convocar um dia de oração em todo o país e torná-lo feriado.

O líder mais antigo do país disse que um cidadão não identificado se aproximou dele com uma visão de Deus. Em seguida, ele instruiu o presidente a organizar um Dia Nacional de Oração por Deus para libertar a nação do COVID-19.

Aparentemente, Uganda registrou o maior número de infecções em um único dia no último sábado, com 318 infecções. Eles registraram 98 novos casos no dia anterior. O aumento repentino alarmou muitos cidadãos.

Em sua conta no Twitter, o presidente Museveni escreveu. “Um cidadão ugandense veio até mim e me disse que Deus havia lhe dito em uma visão que eu deveria organizar orações nacionais”, escreveu ele. “Organizado cientificamente, para que Deus nos livre de Covid-19.”

“Portanto, pelos poderes conferidos ao Presidente de Uganda pela Seção 2 (2) da Lei de Feriados Públicos”, acrescentou. “Declaro o dia 29 de agosto de 2020, dia de Orações Nacionais e Feriado Público. Permaneçam em suas casas ou complexos e orem.”

Até o momento, o país acumulava 3.037 casos com 32 mortes. Além disso, segundo o Ministério da Saúde, 1.268 casos já se recuperaram da mortal doença.