Pastor fica na Síria devastada pela guerra para mostrar o amor de Jesus

Igreja da Aliança em Qamishli na Síria, continua servindo à comunidade cristã

Pastor fica em cidade na Síria devastada pela guerra para mostrar o amor de Jesus
Pastor sírio George Moush. Foto – God TV

Um pastor sírio escolheu ficar na Síria devastada pela guerra para mostrar o apoio das pessoas e o que é o amor de Jesus durante os tempos difíceis. Cerca de um milhão de cristãos fugiram da Síria desde o início da crise.

O pastor George Moushi da Igreja da Aliança em Qamishli decidiu ficar quando a guerra civil estourou na Síria. Apesar dos bombardeios que atingiram sua cidade natal, ele não fugiu por causa do povo.

Ele ficou porque queria tornar o amor de Deus evidente, ajudando as pessoas em sua comunidade.

“Pessoas foram mortas, feridas, casas e lojas destruídas”, disse o pastor George. “Quando os turcos entraram na Síria, havia muito medo. Naquela época, muitas famílias tinham medo de mandar seus filhos para a escola ”.

Síria devastada pela guerra

Cidade na Síria devastada pela guerra
Cidade na Síria devastada pela guerra

Enquanto as bombas eram lançadas em Qamishli, o pastor às vezes questionava se sua decisão de ficar estava certa ou não. Junto com sua igreja, eles oraram pela sabedoria de Deus.

“Oramos e depois disso, eles foram convidados a dizer o que queriam, cerca de sessenta por cento queriam ficar” Disse, o pastor.

Alguns membros da congregação decidiram ir embora, mas o pastor George garantiu que eles pudessem fugir com segurança e que tivessem comida para consumir. Ele até procurou igrejas em outras cidades para pedir ajuda. Enquanto 60% da população de sua igreja decidiu ficar com o pastor George.

“Queria apoiar os dois grupos, os que ficaram e os que partiram. Mas, para mim, eu não queria ir embora se ainda houvesse um membro da igreja em Qamishli.” Explicou.

“Deus não nos deixou.”

Apesar da situação deles, o pastor George tem visto a mão de Deus à medida que mais pessoas vêm a Cristo.

O pastor George pregando na igreja Aliança na Síria
O pastor George pregando na igreja da Aliança em Qamishli, na Síria

“Deus não nos deixou”, disse o pastor George. “Muitas pessoas aceitaram a Cristo e foram acrescentadas à igreja. Embora a guerra fosse tão terrível, Deus transformou cinzas em beleza, muitas pessoas vieram a Cristo. ”

A Igreja da Aliança continuará a oferecer apoio e mostrar o amor de Jesus à nação atingida pela guerra.

“Nossa igreja viu que agora era o momento de apoiar as pessoas, apoiá-las e mostrar o amor de Jesus em tempos difíceis. A necessidade não é apenas material. Muitas pessoas estão cansadas e com medo, então orei com elas ”.