Mãe vence a covid-19 e segura sua bebê pela primeira vez após 38 dias

A jovem mãe de 31 anos segurou sua bebê pela primeira vez após vencer a doença da Covid-19

Mãe vence a covid-19 e pega sua bebê pela primeira vez após 38 dias
Vanessa Evelyn de Almeida Silva, segura sua filha pela primeira vez (Reprodução/Facebook)

A história de fé e superação de Vanessa Evelyn de Almeida Silva, uma mãe de 31 anos, que venceu a Covid-19, de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, emocionou as redes sociais ao segurar sua bebê pela primeira vez após ficar 38 dias, lutando contra a doença.

A jovem Evelyn, é casada com Isaías Junior e mãe de Anna Beatriz de 8 anos, Vanessa estava grávida de 8 meses de sua segunda filha quando deu entrada no hospital com falta de ar.

Ao contrair o novo coronavírus, Vanessa evoluiu para o estado grave da doença, o que fez com que os médicos decidissem por uma cesariana antes do tempo, para preservar a vida do bebê.

Três dias depois do parto, a dona de casa foi transferida para o Hospital Casa de Portugal, na Tijuca, em estado gravíssimo. Vanessa ficou 36 dias no CTI, sendo 15 em coma e 28 dias intubada e com traqueotomia.

Vanessa ainda teve 75% dos pulmões comprometidos, além de trombose na perna esquerda e nos pulmões.

Após superar todas essas intercorrências, Vanessa teve alta na terça-feira (08), sendo recebida por familiares e amigos. Sua história foi contada pelo irmão que é pastor do Ministério Geração Profética, onde Vanessa é obreira.

Em entrevista ao Guia-me, o pastor Anderson Mello, do Ministério Geração Profética contou sobre caso da irmã a partir de sua hospitalização. No dia 3 de agosto, grávida de 8 meses, Vanessa foi hospitalizada, mas por causa da gravidade de seu estado pela Covid-19 precisou ser transferida no dia 9, três dias depois de ter dado à luz.

“Ela foi desenganada pela medicina”, disse Anderson. “Foram noites de muito medo, dores, lágrimas, incertezas, pânicos…”. Para Anderson, ao superar a Covid-19, Vanessa viveu um milagre.

“Vencemos porque cremos em Deus. Vencemos porque ela foi acolhida pela melhor equipe médica do mundo! Vencemos, porque ninguém pode deter o poder da oração de uma igreja que clama”, declarou.

Em sua chegada, de Vanessa foi recepcionada por amigos e familiares, que louvaram a Deus pelo seu retorno. Assim que saiu do caro, Vanessa foi colocada em uma cadeira de rodas e recebeu sua filha Alice, de pouco mais de um mês, em seus braços.

Mãe segura bebê pela prmeira vez

“Depois de 38 dias, mãe segura bebê pela prmeira vez pela primeira vez. Tudo porque Deus é fiel”, disse Anderson.

“Vencemos, porque ninguém pode deter o poder da oração de uma igreja que Clama. E agora o Senhor enxugou dos nossos olhos todas as lágrimas e pôs em nossos lábios um cântico novo! Que daremos ao Senhor, por todos os benefícios que nos tem feito?”, escreveu o irmão.