Cerca de 50 cristãos foram presos em igreja doméstica, na China

Além dos cristãos presos, o pastor da igreja foi espancado pelos policiais

Pelo menos 50 cristãos de uma igreja doméstica foram presos pela polícia na China.
Pelo menos 50 cristãos de uma igreja doméstica foram presos pela polícia na China. Foto – Divulgação/Persecution Org

O Departamento de Segurança Pública de Nanbu na China, enviou mais de 30 policiais para invadir uma igreja doméstica protestante conhecida como Sola Fide. Quando a polícia chegou ao local, prendeu cerca de 50 cristãos membros da Sola Fide.

Na operação a polícia destruiu hinários e Bíblias, além de apreenderem o sistema de som da igreja, o ar condicionado mais os instrumentos musical. Segundo à Persecution Org, a igreja foi invadida pela polícia no final do mês de julho.

Segundo à revista italiana de perseguição Bitter Winter, “Moradores do bairro contaram que dois dias antes da operação, quatro policiais à paisana foram vistos fora do local. Além dos cristãos presos, o pastor da igreja foi espancado pelos policiais no dia da operação”.

Desde a operação, a polícia libertou alguns membros da igreja, mas não o pastor de Sola Fide. Para os liberados, a polícia ainda vigia seus movimentos por meio do rastreamento de impressões digitais, vigilância por vídeo e policiais à paisana seguindo-os. Duas outras igrejas sofreram assédio semelhante.

Assista o vídeo abaixo, com os cristãos sendo levados presos pelo polícia:

Esse incidente mostra apenas um pouco da severa perseguição aos cristão na China, o que atualmente tem piorado cada vez mais. Os cristãos que vivem no regime do presidente XI Jinping sofrem a pior perseguição. Mais prisões e fechamento de igrejas, do que em qualquer outro momento da história.