Mulher vence câncer após gravidez com à fé e orações dos amigos

Por sentir o poder da oração, aprendi a orar por outras pessoas que estão doentes ou precisam de oração.

Mulher vence câncer após gravidez com à fé e orações dos amigos
Sylvia, com sua família antes de ela começar a radioterapia após a gravidez

Durante a gravidez, Sylvia sentiu fortes dores causadas por um tumor na língua que dificultava a alimentação. O incomodo continuou aumentar, ela foi ao dentista, que disse que precisava ser removido imediatamente. A superfície do crescimento foi removida e testada.

Os resultados foram positivos para um câncer agressivo que exigia a remoção completa o mais rápido possível. No entanto, como Sylvia estava grávida, os médicos acharam que não era seguro operar.

“Deus, por favor, deixe esta radiação remover as células ruins sem danificar as boas.” Esta foi a oração de fé de Sylvia, ao receber tratamento para o câncer que foi diagnosticado durante sua segunda gravidez.

Naquela época, Sylvia se juntou à equipe Streams of Living Water (SLW) como assistente do diretor em 2018. Antes disso, ela havia feito carreira no comércio eletrônico. Mesmo assim, Deus a chamou para o ministério, e ela adorava poder usar suas habilidades para o Senhor.

Em 1º de outubro, o primeiro dia em que foi seguro, Sylvia deu à luz seu filho. Uma semana depois, ela fez uma hemiglossectomia, uma cirurgia para remover o tumor em sua língua junto com metade de sua língua.

O cirurgião de Sylvia recomendou outra cirurgia para remover uma aba de pele do pescoço para substituir a parte que faltava na língua. Após a cirurgia, ela foi hospitalizada por uma semana antes de voltar para casa com um tubo de alimentação pelo nariz.

Sophie, a filha de 2 anos de Sylvia, foi informada que o tubo de alimentação era como uma tromba de elefante para ajudar sua mãe a comer. Sophie, teve um comportamento doce em relação a Sylvia. Também era difícil para Sylvia falar com coerência e ela estava preocupada em não conseguir se comunicar com Sophie.

“Por muito tempo, minha fala não era clara e fiquei preocupado porque não conseguia falar com Sophie, mas o milagre era que ela era uma das pessoas que conseguia me entender melhor.”

Cerca de um mês após a cirurgia, Sylvia começou a radioterapia. Seu corpo reagiu mal à radioterapia e ela teve que fazer intervalos entre os tratamentos. Como resultado, a terapia foi estendida. Era difícil ficar longe do filho recém-nascido, Philip, lembra Sylvia.

“Lembro-me de estar deitada na cama de radiação”, lembra Sylvia. “Não conseguia nem orar. Não sabia o que dizer. Só me lembro de recitar o Salmo 23”.

Apesar desse período de ausência do bebê, eles ainda conseguiram se vincular como mãe e filho, mas somente depois que os três meses de tratamento terminaram e ela começou a reconstruir suas forças.

Quando Sylvia voltou ao trabalho, todos disseram a ela o quanto haviam orado por ela.

Durante toda a provação, Sylvia e seu marido sentiram o poder e a paz trazidos pelas orações da equipe dos Streams. Seu marido pôde trabalhar e Sylvia sentiu uma grande paz, apesar da grande provação que enfrentaram.

Apesar de toda a dor que ela e sua família estavam passando, Sylvia foi levada para mais perto de Deus por meio das petições dos santos.

“Eu experimentei como Deus é com as pessoas que sofrem, e elas o experimentam de uma forma como nunca antes, e isso honestamente vale a pena”, explica Sylvia. “Por sentir o poder da oração, aprendi a orar por outras pessoas que estão doentes ou precisam de oração.”

Sylvia agora mora no Canadá com seu marido e dois filhos, e continua a trabalhar como gerente de desenvolvimento da Streams. Ela se comunica com os doadores sobre as maneiras milagrosas de Deus de usar seus dons para fazer a igreja crescer na região do Oriente Médio / Norte da África.