Ex-ladrão de banco têm sua vida transformada após se entregar a Jesus

Jon Ponder começou a ler a Bíblia ainda na prisão nos EUA, onde acabou se entregando a Jesus.

Ex-ladrão de banco têm sua vida transformada por Jesus
Jon Ponder foi ladrão de bancos e se entregou a Jesus na prisão, e teve sua vida transformada (Foto: Comitê Nacional Republicano / AP)

O ex-ladrão de banco, Jon Ponder, que foi perdoado na noite de terça-feira pelo presidente Donald Trump, disse na tarde de quarta-feira que “foi 100% Jesus” quem mudou sua vida, enquanto ele estava atrás das grades.

“Quero agradecer a Deus por mudar minha vida”, disse Ponder à apresentadora Dana Perino, da Fox News. “Foi Jesus 100% que deu uma virada de 180 graus na minha vida e não consigo parar de agradecer a Ele, nunca será o suficiente”.

Sua entrevista com Perino veio na tarde depois que ele foi totalmente perdoado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que chamou a jornada de vida de Ponder “um belo testamento do poder da redenção”.

Trump homenageou Ponder pela primeira vez no Rose Garden em 2018, de acordo com a CBN News. No entanto, isso após ter a vida transformada por Jesus.

“Enquanto Jon estava na prisão, ele começou a ler a Bíblia e a ouvir rádio cristã”, disse o presidente na terça-feira. “Um dia, ele ouviu o Rev. Billy Graham no rádio proclamar que Jesus quer ser o Senhor da sua vida. Naquele dia, Jon dedicou sua vida a Cristo. Ele passou o resto do tempo na prisão estudando a Bíblia”.

Recomeço

Desde que saiu da prisão, Ponder também fez amizade com o agente especial aposentado do FBI Richard Beasley, que prendeu Ponder. O agente disse a Ponder que estava orando por ele.

Desde que foi libertado, Ponder fundou a ‘Hope for Prisoners’ (‘Esperança para Prisioneiros’) uma organização sem fins lucrativos que ajuda aqueles que estão deixando o encarceramento e retornando ao mercado de trabalho.

“Não consigo nem encontrar palavras para descrever como fiquei grato naquele momento em que o presidente me perdoou”, disse Ponder a Perino. “Eu não tinha ideia do que iria acontecer, então foi uma surpresa incrível, incrível”.

Novembro de 2020 marcará a primeira vez que Ponder terá permissão para votar em uma eleição presidencial – um privilégio que ele diz que “significa o mundo” para ele.

“Estou muito grato por poder participar de um dos maiores privilégios que temos como americanos, de participar desse processo eleitoral”, disse ele. “Portanto, é algo que estou ansioso para ver, algo pelo qual esperei muito tempo.”