Cristãos na Nigéria pedem orações após 38 mortos em cinco ataques

Cristãos na Nigéria pedem orações após 38 mortos em cinco ataques
Mulheres cristãs choram os 21 mortos na festa de casamento em Kukum Daji, na Nigéria

Cristãos no estado de Kaduna, na Nigéria, pedem orações pela paz depois que 38 fiéis foram mortos em cinco ataques assassinos na cidade de Kagoro e nos arredores na semana de 19 de julho.

Um aluno que estudou em um seminário próximo a onde dois dos ataques aconteceram disse: “Estamos em sérias tensões agora, mas oramos por nossa segurança e pela graça de Deus para nos sustentar”. Relatou, ele ao Banbas Fund.

Kagoro fica no sul do estado, na área do governo local de Kaura, onde os ataques de radicais Fulani são frequentes que um contato de Barnabas Fund, os descreveu como “endêmicos”. A violência ocorreu apesar do toque de recolher de 24 horas após ataques anteriores.

No domingo, 19 de julho, os cristãos que participavam de uma festa de casamento na vila de Kukum Daji, em Kaura, estavam entre os cristãos 32 massacrados em dois ataques em 24 horas.

O ataque contínuo levou um líder da igreja a lamentar: “É como se a vida dos cristãos não importasse mais nas áreas sob ataque”, disse o pastor Stephen Baba Panya, presidente da Igreja Evangélica Vencendo Todos (ECWA), da Nigéria.