“Vi Deus me dizendo que era hora de acordar”, diz sobrevivente da Covid-19

Vi uma luz. Essa luz estava, Deus me dizendo que era hora de acordar, disse ela.

"Vi Deus me dizendo que era hora de acordar", diz sobrevivente da Covid-19
Paola Castillo sobrevivente da covid-19 no Texas, deixou o hospital após 79 dias

Uma sobrevivente da Covid-19 no Texas, EUA, pode finalmente voltar para sua família após 79 dias no hospital. Ela afirma que viu a luz de Deus dizendo para ela acordar de um coma.

Paola Castillo nunca imaginou pegar o vírus. “Talvez se eu tivesse escutado e usado uma máscara, apenas uma coisa simples, eu teria evitado tudo isso”, disse ela. “Eu trabalho em um banco – estou sempre perto das pessoas – mas eu estava bem. Nunca pensei que fosse pegá-lo.

Mas em 27 de abril, sua família a levou às pressas para o pronto-socorro de Medical City North Hills. Ela teve dificuldade em respirar, tosse e febre há seis dias.

Nas primeiras 24 horas após a hospitalização, ela piorou e foi colocada em um ventilador. A equipe do hospital disse à família que ela estava em uma situação de “delicada”, de incerteza se ela sobreviveria.

A CBS informou que Castillo, se lembra de apenas alguns momentos em que interagia com os trabalhadores durante sua permanência na UTI. Ela até pensou que eram sonhos. Mas há um sonho que ela afirma que nunca esquecerá.

“Vi uma luz. Essa luz estava Deus me dizendo que era hora de acordar”, disse ela.

Então, ela foi deixando lentamente do ventilador. Mas Castillo descobriu que suas habilidades físicas, incluindo conversar e andar, haviam regredido.

Sobrevivente da Covid-19

A equipe médica deu “compaixão e motivação” a Castillo, para mantê-la positiva durante a reabilitação. Eles ainda ajudara-la sair do ventilador, para sentir a chuva em seu 67 º dia no hospital.

Em 3 de julho, ela finalmente deu os primeiros passos. Dias depois, o hospital a dispensou. Castillo tem sido negativo com o vírus desde então.

A Dra. Hetal Rana, médica em Medical City North Hills, compartilhou que a recuperação de Castillo incentiva ela e toda a equipe médica. Depois de ver muitos pacientes morrerem por causa do vírus, ela disse que Castillo os motivou mais uma vez.

“Isso meio que reenergiza você e dá a você a noção do que significa salvar a vida de alguém e ajudar alguém a superar uma doença tão grave como essa”, disse ela.