Pastor suspende cultos presenciais até 2021, devido ao coronavírus

Pastor Andy Stanley decidiu suspender os cultos presenciais até 2021 por causa do coronavírus

Pastor suspende cultos presenciais até 2021, devido ao coronavírus
Pastor Andy Stanley decidiu suspender os cultos presenciais até 2021 por causa do coronavírus

O pastor Andy Stanley da igreja comunitária North Point, na Geórgia (EUA), anunciou que vai suspender os cultos presenciais até 2021 devido ao risco de coronavírus. O anuncio foi feito por meio das redes sociais.

A mega-igreja North Point, que tem mais de 30.000 membros regulares, é a primeira grande congregação a cancelar os cultos durante todo o ano. A decisão do pastor, foi para garantir a proteção dos membros de sua igreja.

Em um vídeo no Facebook enviado terça-feira (14), Stanley explicou a mudança no plano da igreja, que originalmente havia sido reaberto em 9 de agosto.

“Com base no aumento nos casos COVID-19, nos resultados de nossas pesquisas com participantes e nas experiências de igrejas que já foram reabertas, decidimos suspender os cultos presenciais de adoração de adultos pelo restante do ano”, disse Stanley. .

O pastor Stanley, discutiu as dificuldades logísticas de fornecer medidas de segurança e de “rastreamento de contato” caso um surto fosse ligado à igreja e indicou que North Point usaria esse tempo para atualizar sua plataforma digital e criar uma estratégia para reuniões físicas limitadas.

Stanley também incentivou os congregantes que a missão da igreja permanece a mesma:

“Como você me ouviu dizer em muitas ocasiões, nós somos a igreja, e, se nos reunimos em círculos nas calçadas, no estacionamento da igreja, online ou em nossas casas, a igreja vai ficar bem”, disse Stanley.

“Continuaremos a atender às necessidades de outras pessoas, continuaremos a servir a comunidade, continuaremos a ser as mãos e os pés de Jesus na vida um do outro, bem como na vida das pessoas que nem fazem parte de uma de nossas igrejas”. Explicou.

🔦 Uma pesquisa recente do Barna Group mostrou que 5% das igrejas planejam esperar até 2021 para reabrir, com 49% das igrejas já abertas e 26% planejando abrir até o final de agosto.