Pastor se recupera da Covid-19 após igreja levantar clamor a Deus

Membros da igreja passaram a se reunir em frente ao hospital onde o pastor estava internado, em Americana (SP), para orar por sua recuperação.

Siga o Amigo de Cristo no - Google Notícias
Pastor se recupera da Covid-19 após igreja levantar clamor a Deus
O pastor Rogério Bombatti se recuperou da Covid-19 com clamor da Igreja – Foto: Leonardo Oliveira / O Liberal

O pastor Rogério Bombatti, da Igreja Evangélica da Vitória, deixou o Hospital São Lucas, em Americana, após 35 dias internado com Covid-19. Com diabetes e hipertensão, ele superou uma série de dificuldades para conseguir se curar e receber alta.

Um grupo de 30 membros da Igreja Evangélica da Vitória foram receber o pastor na saída do hospital, com faixas, uma salva de palmas e presentes que foram entregues à equipe médica que o acompanhava.

Seguindo a orientação médica para evitar contato físico com o paciente recuperado, o grupo fez uma oração pelo pastor, enquanto ele já estava dentro do seu veículo, esperando para sair, e também por toda a equipe médica do hospital.

“Deus abençoe vocês. Muitas vezes vocês se expõem para salvar vidas”, disse o pastor Manoel Gregório aos médicos.

Em entrevista ao jornal ‘O Liberal’, o pastor falou um pouco mais sobre a batalha que travou contra a doença e destacou sua fé em Deus.

Um milagre

“É algo indescritível, é algo que o ser humano não consegue ter palavras para expressar. Foram 33 dias de intubação na UTI, dias que você fica entediado, sem saber de nada. Lutas espirituais grandes, mas tudo no propósito de Deus. Somos um milagre de Deus”, disse o pastor, em entrevista ao jornal.

Familiares e amigos relataram que o prognóstico do pastor Rogério era preocupante desde sua internação, em 8 de junho, pois ele é diabético e hipertenso. Além disso, seus pulmões já estavam debilitados desde o ano passado, devido ao fato dele ter contraído H1N1.

Essa série de complicações fez com que Rogério fosse transferido a um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital São Lucas, onde ficou intubado até a semana passada.

Amigo de Rogério, o pastor e ex-vereador Manoel Gregório, conhecido como Manezinho da Praia, chegou a ouvir de médicos que não havia muito a ser feito por Rogério.

“Ele ia entrar na estatística de óbito mesmo”, disse Gregório.

Clamor a Deus e orações

Ainda quando estava apresentando melhora em seu quadro clínico se preparando para deixar a UTI, Rogério contraiu uma bactéria que atingiu seus pulmões. Com isso, o quadro de saúde do pastor voltou a se agravar, foi quando a igreja se uniu e intensificou o clamor a Deus, em suas orações pelo líder.

Todas as noites, membros da igreja se reuniam em frente ao hospital onde o pastor estava internado para orar pela recuperação dele.

“Não desistimos. Foi uma vitória muito grande. É para o pessoal sentir que enquanto há vida, há esperança”, disse Manoel Gregório, que acompanhou o grupo.

Então, após 35 dias de internação, o grupo se reuniu mais uma vez nesta segunda-feira, com a presença de parentes e amigos de Rogério, mas agora para celebrar a alta médica recebida pelo pastor.

“Nunca duvidei do que Deus pode fazer. Muitas vezes a gente se entristecia por ver a situação dele, mas duvidar não”, disse a mulher do pastor, Cristina Bombatti.

De acordo com o último boletim da Vigilância Epidemiológica, de sexta-feira, a cidade de Americana contabilizava 897 casos, com 41 óbitos confirmados.