Pastor lamenta por não ter exigido uso de máscaras na igreja

Pastor lamenta por não ter exigido uso de máscaras na igreja
Pastor se arrepende de não ter forçado os fiéis usar máscaras na igreja

Um pastor do estado do Tennessee, nos Estados Unidos, disse que lamenta por não ter exigido o “uso de máscaras” dos fiéis na igreja, depois que um surto em grande escala de Covid-19 abalou sua igreja no mês passado.

Após um longo período de fechamento, a Igreja de Deus de Westmore reabriu em 31 de maio e manteve os serviços por semanas sem problemas. A igreja também implementou uma série de medidas para manter seu rebanho seguro.

Entre as medidas adotadas, incluindo distanciamento social, verificação de temperatura na entrada e até designação de áreas separadas para membros com alto risco de infecção.

Infelizmente, menos de um mês depois e após uma reunião de culto regional, o Covid-19 atacou com força. O pastor da igreja, Kevin Page, ficou doente, juntamente com vários membros de Westmore.

Duas semanas depois, ele admitiu em uma estação de rádio local que desejava ter feito as coisas de maneira um pouco diferente e ordenou a todos os frequentadores da igreja que usassem máscaras. “O que eu teria feito de diferente é realmente enfatizar isso”, disse ele.

Com isso dito, Page insistiu que a igreja levasse as precauções de saúde muito a sério. “As pessoas conseguiam andar do carro até um assento sem sequer tocar uma porta. Não passamos oferecendo bolsas”, disse ele.

“Não estávamos sendo casuais.” Foi o uso opcional de máscara que capturou a igreja, disse ele, observando que ele acredita que a infecção pode ter sido espalhada pela equipe de adoração da igreja.

“Não é culpa de ninguém. Na verdade, naquela manhã, como fizemos toda semana, as temperaturas eram verificadas antes que os membros do coral subissem ao palco, e de alguma forma isso se instalava em nós”, explicou. “Eu tenho que assumir a responsabilidade por isso.”

“Tínhamos padrões rígidos, mas não levamos a sério o suficiente para dizer: ‘OK, vamos elevar isso para dizer realmente que uma máscara é algo que você realmente precisa levar a sério'”. Acrescentou, ele.

– Page disse não ter certeza do número exato de infecções originadas diretamente de seus cultos na igreja. –

“Não sei o número exato”, explicou. “Eu nem sei. Eu nem saberia dentro de um intervalo. Eu sei que é demais. E temos que viver e aprender com isso. E desistimos de contar.” ”

“Lamento não poder lhe dar um número exato. Eu gostaria de possuir isso. Sabemos que isso nos atingiu com força e que eram muitas pessoas”, reconheceu.

A igreja agora mudou todos os serviços on-line até pelo menos 19 de julho