Marcha para Jesus em São Paulo é cancelada devido à pandemia

No ano passado, a marcha atraiu 3 milhões de pessoas e gerou R$ 217 milhões para a prefeitura.

Marcha para Jesus em São Paulo é cancelada devido à pandemia
Marcha para Jesus. (Reprodução)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou na sexta-feira (24), o cancelamento de eventos na cidade de São Paulo, como a Marcha para Jesus, por causa da pandemia do novo coronavírus.

A prefeitura de São Paulo, informou que após acordo com os organizadores da Marcha para Jesus, o evento foi adiado para o inicio de novembro. No entanto, por causa da pandemia, os organizadores da marcha decidiram cancelar o evento deste ano.

No ano passado, a marcha atraiu 3 milhões de pessoas e gerou R$ 217 milhões para a prefeitura.

Covas disse que a organização do evento já avisou à prefeitura que não fará a marcha no dia 2 de novembro de forma presencial. Mas, que nos próximos dias, os organizadores vão apresentar à prefeitura outro formato para realização da marcha, que não será presencial, informou o prefeito.

Além, da Marcha para Jesus e o Carnaval, no dia 17 de julho, o prefeito já havia anunciado o cancelamento do réveillon da Paulista, que atrai milhares de pessoas, todos os anos, para a Avenida Paulista.