Idoso recuperado da covid-19 canta em hospital para animar pacientes

idoso recuperado da covid-19 canta Salmo 91 em hospital para pacientes
O idoso de 81 anos Gabriel Teixeira cantando no hospital de Itumbiara. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O sapateiro Gabriel Teixeira, de 81 anos, cantou o Salmo 91 na enfermaria do Hospital de Campanha de Itumbiara (GO), como forma de agradecer por ter recuperado da Covid-19 e também animar outros pacientes.

Além dele, sete outros familiares, inclusive uma bebê de 4 meses, testaram positivo, mas não precisaram ser internados. As informações são do G1, assista ao vídeo dele cantando o Salmo 91, Globo Play.

Os primeiros sintomas vieram no início de julho. Gabriel, que mora em Morrinhos, no sul do estado, se sentia gripado e chegou a procurar uma unidade de saúde e fazer exames, mas foi mandado de volta para casa. A saúde, então, foi ficando mais frágil e ele foi ao hospital novamente, no dia 8 de julho.

O teste para Covid-19 deu positivo e ele já foi internado. Três dias depois, foi transferido para Itumbiara, onde segue internado. Durante esse tempo, ficou uma semana na UTI. Apesar de ter deixado a ala intensiva, o sapateiro ainda não consegue respirar sozinho e precisa de oxigênio.

Mas isso não o impediu de cantar. “Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação. Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda”, cantou em um trecho do vídeo.

“Ele é do coral da igreja, sempre teve a voz muito bonita. E o sucesso dele [contra a doença] se deve a duas coisas: primeiro a Deus, que é quem cura, quem salva, e ao pessoal do hospital, que foi maravilhoso, muito atencioso”, disse a irmã do paciente, a aposentada Terezinha Augusta de Paula.

A esposa de Gabriel, a dona de casa Dorli Alves da Silva, disse que está feliz com a recuperação do marido e que ele foi o único da família a ficar internado devido à doença. “Eu tive, minha filha, meu genro, três netas, uma nora. Mas todos ficamos em isolamento, tomamos o remédio passado e já estamos curados”, contou.

Agora, a família espera a definição de quando Gabriel vai deixar o hospital para que ele possa voltar a cantar em casa, em Morrinhos.