Cigana surda volta ouvir após oração de missionária, na Bulgária

Missionárias testemunham mulher surda voltar a escutar depois de uma oração em uma aldeia cigana, na Bulgária.

Cigana surda volta ouvir após oração de missionária, na Bulgária
Cigana surda volta a ouvir após oração de missionários em aldeia na Bulgária. (Foto: Reprodução/Increase)

Uma equipe missionária visitou várias aldeias ciganas na Bulgária, nessa viagem a equipe começou a orar pela cura das pessoas, e uma mulher cigana que era surda voltou a ouvir após oração de duas missionárias.

Minha amiga Kristabelle e eu fomos abordadas por um homem que não falava inglês. Ele apresentou a esposa, explicando com gestos que a orelha esquerda da cigana era surda e que ela era muda.

Começamos a nos sentir sobrecarregados com a grande necessidade de cura da mulher, mas estávamos entusiasmados em orar e ver Deus tocá-la. Disse, a missionária ao site Increase.

Quando começamos a orar, o marido abriu as mãos em adoração. Eu assisti enquanto ele convidava o impossível para uma circunstância aparentemente sombria e percebi que precisávamos nos concentrar na solução, não no problema.

Fé e oração

Minha fé aumentou, e o que parecia ser um momento avassalador começou a parecer fácil. Depois de orarmos, a mulher fez um gesto com as mãos dizendo que sua audição estava um pouco melhor. Relata, a missionária.

Ela apertou os dedos para indicar o nível de mudança: “Um pouco”. Continuamos a orar e os gestos da mão dela se tornaram mais dramáticos. Ela passou de gesticular os dedos para jogar as mãos para o alto! Sua orelha estava começando a abrir!

Depois de fazer isso por cerca de dez minutos, comecei a me sentir frustrado. Eu queria vê-la receber sua cura completa! Algo se soltou dentro de mim e, de repente, peguei a mulher pelos ombros e puxei-a para perto, gritando em sua orelha esquerda: “Abra! Abrir! Abrir!”

Meu corpo inteiro estava comprometido, conforme eu concordava com o padrão do Céu, de que essa mulher merecia um ouvido curado! Depois de gritar por alguns minutos, diminuí a velocidade e parei.

Recolhendo-me, olhei para o rosto de Kristabelle e percebi o momento intenso que tinha sido! A mulher parecia estar perdida em seu próprio mundo. Eu sabia que precisávamos de um tradutor.

Nossa equipe tinha apenas dois tradutores e ambos estavam perdidos em algum lugar da sala. Agarramos nossa colega de equipe mais próxima e perguntamos se ela sabia onde poderia estar um dos tradutores, explicando que estávamos orando por uma mulher surda.

Nosso companheiro de equipe imediatamente começou a gesticular para a mulher. Sem o conhecimento de nós, ela conhecia a American Sign Language! Ainda mais surpreendente, a surda búlgara também conhecia a ASL! Minha boca se abriu com a visão que se desenrolava diante de mim.

Mulher volta ouvir

A única pessoa que pedimos para nos ajudar foi o tradutor. Kristabelle e eu não podíamos deixar de rir enquanto assistíamos nosso companheiro de equipe confirmar que o ouvido da mulher havia se aberto completamente!

A mulher nos mostrou com as mãos a progressão da audição: do nada aos braços abertos! Decidi testá-lo inclinando-me e gritando: “Jesus te ama!” no mesmo volume de antes, e a mulher se afastou. Minha voz estava alta demais para sua audição restaurada.