Ciclone bomba derruba templo da Assembleia de Deus em SC

Pastor grava momento que ciclone bomba destrói templo de igreja em Santa Catarina

Siga o Amigo De Cristo no Google News
Ciclone bomba derruba templo da Assembleia de Deus em SC
Templo da Assembleia de Deus desaba durante ‘ciclone bomba’

Um pastor gravou o momento em que um templo da Assembleia de Deus, em Garuva (SC), desabou com a força do ‘ciclone bomba’ que devastou a cidade, nesta terça-feira (30). Mais da metade dos 7 mil imóveis ainda estão sem luz e sem internet.

O vídeo do desastre gravado pelo pastor Claudenir Marcelino, foi publicado no Facebook da igreja, e ninguém estava na igreja no momento do temporal.

Na rede social a igreja escreveu: “A Paz do Senhor irmãos. Eis aí o vídeo que mostra a destruição causada pelo temporal desta terça-feira em Garuva. Infelizmente o nosso templo sede foi destruído. Contamos com as orações de todos, também pela população de Garuva que foi duramente atingida, com muitos estragos”.

Segundo relatou o pastor, o templo foi derrubado como um dominó, a estrutura começou a ceder com o balanço. Que continuou por alguns minutos. Balançando toda essa estrutura do telhado, acabou puxando também a parede lateral do templo, vindo tudo abaixo, contou Claudemir Marcelino, ao G1.

Apesar do prejuízo financeiro, o pastor Gelmar de Moura conta que não havia fiéis na igreja no momento do acidente.

“Se fosse uma hora e meia mais tarde, teríamos aqui um encontro de mulheres, círculo de oração, onde sempre tem de 50 pessoas para mais”, disse.

Veja o vídeo

Temporal em Garuva destrói o templo da Assembleia de Deus

A Paz do Senhor irmãos. Eis aí o vídeo que mostra a destruição causada pelo temporal desta terça-feira em Garuva. Infelizmente o nosso templo sede foi destruído. Contamos com as orações de todos, também pela população de Garuva que foi duramente atingida, com muitos estragos.(Gravação feita pelo Pr Claudenir Marcelino, o qual estava no interior do templo durante o temporal)

Posted by Assembleia de Deus Garuva on Thursday, July 2, 2020

Dos 295 municípios catarinenses, 185 foram atingidos pela ‘ciclone bomba’ em todo estado, muitos deles com rajadas de vento que passaram de 100 km por hora, conforme balanço divulgado pela Defesa Civil de Santa Catarina na manhã deste sábado (4).

Quatro dias após o fenômeno atingir o estado, até as 18h deste sábado, 4,3 mil dos 7 mil imóveis da cidade permaneciam sem energia elétrica, conforme o monitoramento da Celesc.

Em Santa Catarina, dez pessoas morreram, nove ficaram feridas e uma está desaparecida. O fenômeno deixou 205 pessoas desalojadas e outras 25 desabrigadas no estado, segundo a Defesa Civil.