Cristãos Perseguidos Morte de cristãos na Nigéria está abrindo caminho para o genocídio

Morte de cristãos na Nigéria está abrindo caminho para o genocídio

Morte de cristãos na Nigéria estão abrindo caminho para o genocídio
 O genocídio diário com a morte de cristãos no norte da Nigéria (Foto: Reprodução)

Um novo relatório destacou a grande escala de morte de cristãos no norte Nigéria que está abrindo caminho para o genocídio, uma situação que o governo precisa responder e também chama os perpetradores para conta.

O Grupo Parlamentar de Liberdades Religiosas ou Crenças Internacionais (APPG FoRB) do Reino Unido lançou o relatório na segunda-feira (15), de junho. Parlamentares cristãos do  Reino Unido, pede ao governo que preste atenção e tome medidas para deter a violência.

O relatório Nigéria: Revelação do genocídio? que concentra-se nos assassinatos de cristãos em massa do grupo terrorista Boko Haram e de grupos armados de pastores muçulmanos Fulani.

O Boko Haram é o grupo islâmico que “sequestra” e “mata cristãos” no norte da Nigéria que recusam aceitar seu regime extremista do Islã. A estudante adolescente Leah Sharibu é um dos muitos exemplos.

Enquanto isso, ataques de grupos radicais armados Fulani resultaram na morte, mutilação, desapropriação e despejo de milhares de cristãos nos estados do Cinturão Médio, afirma o relatório.

Aumento da violência

A baronesa Caroline Cox, co-presidente do APPG FoRB, disse ao Premier que houve pelo menos 1.000 mortes este ano devido a essa violência e pelo menos 6.000 mortes desde 2015. Mais de 2,5 milhões de nigerianos foram expulsos de suas casas.

“Toda estatística é uma família, é um horror. No ano passado eu estive lá. Tive o privilégio pungente de conhecer uma jovem mãe, e ela estava com uma filha pequena de seis anos, depois Fulani atacou uma vila”.

“Ela tentou escapar. Ela estava cercada por eles, eles a cortaram com um facão. Vi as cicatrizes. Agora, receio que haja um grande número de exemplos.

– Lembro-me de falar com outra mãe. Eles amputaram o braço dela. Ela ergueu a mão para proteger o rosto e a cortaram com um facão e todos os dedos caíram na frente dela. Ela não pode fazer nada. braço no lado esquerdo e nenhum dedo no lado direito.”

A baronesa Caroline Cox, disse que o governo do Reino Unido tende a subestimar os fatores ideológicos e religiosos que estão envolvidos nos assassinatos e atribui outros fatores, como as mudanças climáticas, já que o pastor procura tomar melhores terras não afetadas.

Vila predominante cristã no norte da Nigéria
Vila predominante cristã no norte da Nigéria

Embora ela não negue que a mudança climática tenha um papel, ela disse que não explica a “escala de horror das atrocidades que são perpetradas predominante contra os cristãos”.

Omissão do governo

“Esperamos que nosso governo acabe reconhecendo isso pelo que é e levará o assunto a sério com o governo da Nigéria para cumprir seu dever de proteger civis”, acrescentou a baronesa Cox.

“O governo da Nigéria até agora não fez isso e, portanto, não conseguiu cuidar de seus civis e, em alguns casos, também ficou do lado dos islâmicos.

“E eles certamente não foram bons em conseguir suas forças armadas, sua polícia, a tempo de salvar os moradores. Eles costumam vir após o ataque. É uma situação que o governo da Nigéria precisa responder e também chama os perpetradores para conta.”

Em 4 de julho de 2018, a Câmara dos Representantes da Nigéria declarou um genocídio dos assassinatos em aldeias cristãs no estado de Plateau. No entanto, instou o Governo Federal a estabelecer imediatamente orfanatos em áreas afetadas pela violência.

O gabinete do presidente nigeriano Muhammadu Buhari, anunciou que os soldados mataram 1.400 combatentes nos últimos dois meses. No entanto, após uma série de assassinatos recentes, o porta-voz de Buhari, Garba Shehu, disse que o presidente condenou a violência.

“Quando surgiram notícias do nordeste de um dos ataques terroristas mais brutais contra pessoas inocentes, o presidente Muhammadu Buhari disse estar profundamente chocado com a brutal matança de dezenas de pessoas pelo Boko Haram”.

A Nigéria é classificada como a 12ª pior nação do mundo quando se trata de perseguição cristã, de acordo com a Lista Mundial de 2019 da Portas Abertas, que apoia milhares dos cristãos perseguidos no mundo.

Últimas notícias

Guerras e perseguições: “A fé de uma cristã na Síria”

As guerras e perseguições cercam a vida de milhares de cristãos na Síria, assim como a de Sozan, uma cristã de 22 anos. A...

A perseguição força os cristãos do Laos a praticar a fé em segredo

Os cristãos no Laos continuam a enfrentar várias formas de perseguição e discriminação, o que força muitos deles a praticar sua fé emsegredo na...

Cuba liberta Jornalista preso por reportagem sobre julgamento de pastor

Um jornalista e advogado cubano foi libertado da prisão em Guantánamo, Cuba, depois de ficar quase um ano preso por seu trabalho de reportagem...

Bieber lança música cristã ‘Holy’ sobre fé e acreditar em Deus

O astro pop Justin Bieber lançou uma nova música cristã inspirada no evangelho intitulada 'Holy', que se baseia em temas de fé e esperança....
© Copyright Amigo De Cristo. Todos os direitos reservados.