Edir Macedo acusa bispos da igreja universal na Angola de golpe

Golpe contra a obra de Deus, diz Edir Macedo sobre bispos em Angola

Edir Macedo acusa bispos igreja universal Angola de golpe
Edir Macedo acusa bispos da igreja universal em Angola de golpe

O Bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, condenou a rebeldia e acusou os bispos e pastores de sua denominação em Angola, de “golpe contra a obra de Deus”, disse ele em programa de TV.

Durante o programa “Meditação com os Pastores”, transmitido pela TV Zimbo, em Angola, o líder religioso mostrou-se convicto na recuperação do controle administrativo da instituição no país.

Segundo Edir Macedo, os atos de violência ocorridos na igreja, em Angola, é um “golpe contra a obra de Deus”. Segundo o Angola Notícias.

Na última segunda-feira, um grupo de bispos e pastores angolanos decidiram romper com a liderança brasileira fiel a Edir Macedo, ocuparam alguns templos em Luanda e nas províncias de Benguela, Huambo, Malanje, Namibe, Cuanza Sul e na Lunda Norte.

Os dissidentes foram organizados num grupo que apelidaram de Comissão de Reforma de Pastores Angolanos (CRPA), que justificaram a medida com eventuais crimes dos bispos e pastores brasileiros.

Segundo a ala angolana, os responsáveis brasileiros da IURD promovem o racismo, a discriminação social, abuso de autoridade, falta de respeito, humilhações públicas contra pastores angolanos, evasão de divisas e expatriamento ilícito de capitais.

Em resposta, Edir Macedo apelou à harmonia e união em torno da igreja, sublinhando que a “rebelião” será vencida e os seus autores responderão perante a justiça de Deus.

Disse que o ato de “rebeldia” dos pastores e bispos angolanos têm os dias contados e as suas motivações virão a público.

Liderados pelo bispo Valente Bizerra, os pastores angolanos decidiram romper, em novembro de 2019, com a representação brasileira em Angola, encabeçada pelo bispo Honorilton Gonçalves.

Ainda de acordo com o Angola Notícias, os mesmos acusam os “brasileiros” de práticas doutrinais contrárias à religião, como a exigência da cirurgia de vasectomia e evasão de divisas para o exterior do país.