Mundo Cristão Casal cristão condenado à morte por blasfêmia no Paquistão, suplica por liberdade

Casal cristão condenado à morte por blasfêmia no Paquistão, suplica por liberdade

O casal cristão Shagufta Kousar e Shafqat Masih, foram condenado à morte em 2014 (Foto: Reprodução/Church in chain)

Um casal cristão que foi condenado à morte por blasfêmia no Paquistão comparecerá hoje ao tribunal de Lahore para sua audiência final, após seis anos no corredor da morte. Segundo informações, o casal irá suplicar pela liberdade.

O casal cristão Shagufta Kausar e seu marido deficiente, Shafqat Emmanuel, presos desde 2014, depois de serem presos por supostamente enviar mensagens de texto blasfemas a um líder islâmico.

No entanto, seu advogado Saif ul Malook, que também representou a mãe cristã absolvida Asia Bibi, diz que as evidências contra o casal estão profundamente corrompidas.

Segundo Malook, um dos vizinhos do casal comprou um cartão SIM em nome de Shagufta e enviou mensagens ofensivas sobre o Profeta Muhammad a um imã local, a fim de acertar as contas decorrentes de uma disputa familiar; o casal nem estava de posse de um telefone no momento do incidente.

Malook também observou que os juízes nesses casos relutam em se pronunciar em favor dos acusados ​​cristãos por temerem que sejam pessoalmente alvos de extremistas islâmicos.

Em 2011, o governador de Punjab, Salmaan Taseer, e o ministro de Assuntos Minoritários Shahbaz Bhatti foram assassinados por criticar as leis de blasfêmia e por se manifestarem em apoio a Asia Bibi, cuja condenação foi anulada pelo Supremo Tribunal do Paquistão em 2018.

A cristã Asia Bibi, atualmente vive no Canadá com sua família após ganhar liberdade no ano passado.

Segundo o irmão de Shafqat, Joseph, o acusado foi torturado para fazer uma confissão falsa. “Ele me disse que o policial o golpeou com tanta força que sua perna estava quebrada”, explicou o irmão à BBC.

Joseph acrescentou que a falsa condenação afetou brutalmente os quatro filhos do casal, que simplesmente desejam ver seus pais novamente. “O tempo todo eles choram … estão sentindo falta deles”, disse ele.

No ano passado, a Anistia Internacional classificou as leis de blasfêmia do Paquistão, como “excessivamente amplas e coercitivas” e observou que elas são usadas para atingir minorias religiosas, perseguir vinganças pessoais e praticar violência vigilante.

Últimas notícias

Guerras e perseguições: “A fé de uma cristã na Síria”

As guerras e perseguições cercam a vida de milhares de cristãos na Síria, assim como a de Sozan, uma cristã de 22 anos. A...

A perseguição força os cristãos do Laos a praticar a fé em segredo

Os cristãos no Laos continuam a enfrentar várias formas de perseguição e discriminação, o que força muitos deles a praticar sua fé emsegredo na...

Cuba liberta Jornalista preso por reportagem sobre julgamento de pastor

Um jornalista e advogado cubano foi libertado da prisão em Guantánamo, Cuba, depois de ficar quase um ano preso por seu trabalho de reportagem...

Bieber lança música cristã ‘Holy’ sobre fé e acreditar em Deus

O astro pop Justin Bieber lançou uma nova música cristã inspirada no evangelho intitulada 'Holy', que se baseia em temas de fé e esperança....
© Copyright Amigo De Cristo. Todos os direitos reservados.