Terrorista do (EI) suspeito de atacar igrejas no Egito é capturado

Terrorista do (EI) suspeito de atacar igrejas no Egito é capturado
A cena da devastação na igreja de St George, no Egito bombardeada em 2017 (Foto:Divulgação)

O terrorista Mohammad al-Sayyid, suspeito mentor por trás dos atentados a bomba contra várias igrejas no Egito pelo Estado Islâmico (EI), foi capturado pelo Exército Nacional da Líbia.

O general Ahmed al-Mismari, porta-voz do Exército Nacional da Líbia (LNA), anunciou que Mohammad al-Sayyid, considerado o terrorista mais perigoso do país, foi preso.

Ele também é conhecido pelo apelido de Abu Khaled Munir, sua prisão ocorreu em Ghout al-Shmal, nos arredores de Trípoli. Por um tempo, ele foi o segundo em comando de Hisham al-Ashmawy no grupo terrorista Ansar Beit al-Maqdis, o antigo ramo do Daesh na península do Sinai.

O terrorista preso na Líbia vem de uma família egípcia com uma longa história de atividade criminosa. O jornal Egypt Today informou que Al-Sayyid tem dois irmãos na prisão.

Ele esteve envolvido em vários ataques às igrejas coptas em seu país de origem, não sabe se ele será julgado na Líbia ou no Egito. No entanto, o Cairo é um importante aliado do LNA em Khalifa Haftar, responsável por sua captura, portanto é possível que o governo de Tobruk concorde em extraditá-lo.

De fato, o Al-Masdar News já observou que o detido já está sendo transferido para Benghazi , no leste do país e mais perto da fronteira com o Egito.

Há meses, Trípoli – e, por extensão, as áreas da Líbia controladas pelo Governo do Acordo Nacional de Fayez Sarraj (GNA) – tornou-se um lugar onde muitos terroristas jihadistas buscam refúgio.