Pastores são deixados para morrer de fome durante bloqueio, na Índia

O pastor conta, que teve ajuda alimentar que o governo da Índia está fornecendo negada.

Pastores são deixados para morrer de fome durante bloqueio, na Índia
Pastor James, com sua família tiveram ajuda alimentar negada (Foto: Reprodução/Barnabasfund)

Muitos pastores e suas famílias em algumas partes da Índia estão sendo excluídos da ajuda alimentar do governo durante o bloqueio da Covid. O pastor James, é um desses pastores que estão sendo deixados para morrer de fome por ser um seguidor de Jesus Cristo.

O pastor conta, que teve ajuda alimentar que o governo da Índia está fornecendo às famílias pobres afetadas pela pandemia, negada. Isso porque a distribuição foi organizada por grupos extremistas locais hindus, que dominam o governo no estado em que o pastor James vive.

Eles se recusaram a dar-lhe qualquer coisa, a menos que ele renunciasse à fé no Senhor Jesus. É claro que o pastor James não negaria seu amado Salvador, então ele foi para casa de mãos vazias para sua família faminta. Informou, o Barnabas Fund.

+ Pastores enfrentam a fome durante a quarentena na Índia

Os cristãos comuns também são discriminados em partes da Índia, onde extremistas hindus controlam o governo local. Ashok, um trabalhador assalariado diário, cujos escassos ganhos pararam quando o bloqueio o impediu de trabalhar, é um dos muitos que sofrem dessa maneira.

Por ser cristão, ele não está recebendo a ajuda alimentar do governo. Ele e toda a sua família agora comem apenas uma vez por dia; nas outras refeições eles apenas bebem água.

Uma família, originalmente de uma vila cristã no estado de Manipur, disse: “Somos cinco de nós e não conseguimos trabalhar ou sair. Vivemos de refeições que outros nos deram. Obter o suprimento de um mês inteiro nos dá tanta segurança e nos diz que nosso Senhor cuida de nós.”