Pastor sequestrado em Mianmar dado como morto é libertado

O pastor Tun N. acreditava ter sido morto, embora seu corpo não tenha sido encontrado

Pastor sequestrado em Mianmar dado como morto é libertado
Pastor Tun N., sequestrado em Mianmar que foi dado como morto é libertado (Foto: Reprodução/AGF)

O pastor Tun N. que acreditava ter sido morto em 2019 depois de ter sido sequestrado por um grupo insurgente em Mianmar, foi libertado. A organização Gospel For Asia, que apoia Tun, informou que ele está vivo e se reuniu com sua esposa e filhos.

O pastor Tun, foi libertado em 7 de março por seus sequestradores, que se acredita serem membros do Exército de Arakan (AA). Tun, é um pastor apoiado pela (GFA) que passou 14 meses em cativeiro, recusando o pedido do grupo de se juntar a eles em sua causa para derrubar o atual governo.

Desde então, o pastor Tun deixou sua aldeia e encontrou um abrigo seguro para sua família, vivendo entre outros trabalhadores apoiados pela GFA em uma região diferente de Mianmar.

“Toda a família da igreja em Mianmar é grata a Deus”, diz um correspondente de campo apoiado pela GFA. “Também agradecemos aos parceiros de oração por sua preocupação e suas fervorosas orações pelo pastor Tun e sua família”

O sequestro do pastor Tun N. ocorreu semanas antes do sequestro do pastor T. Tun (57), pai de cinco filhos, que ainda acredita estar em cativeiro. Acredita-se que os pastores foram alvejados por seu trabalho missionário cristão e por papéis de liderança em suas comunidades.

O pastor Tun N. foi dado como morto, embora seu corpo não tenha sido encontrado, entre outros mantidos em cativeiro no estado de Rakhine. O AA é uma força militar rebelde étnica budista envolvida em um conflito contínuo com o Exército de Mianmar na região.

© Amigo De Cristo – Site de notícias cristãs do Brasil e Mundo.