Pastor Bryan Nerren é libertado na Índia após 7 meses de prisão

O pastor Bryan Nerren que foi preso na Índia, agora está junto com sua família

Siga o Amigo De Cristo no Google News
Pastor Bryan Nerren é libertado na Índia após 7 meses de prisão
Pastor Bryan Nerren foi libertado na Índia (Foto: Divulgação)

O pastor americano Bryan Nerren, cidadão norte-americano, finalmente foi libertado da prisão na Índia e chegou em casa depois de ter sido falsamente acusado e mantido preso por sete meses.

De acordo com o Centro Americano de Direito e Justiça (ACLJ), que representa Nerren, as acusações errôneas contra ele foram retiradas e o juiz suspendeu todas as proibições de viagem para que o pastor estivesse livre para sair.

Depois de mais de 17 anos ministrando ao povo do Nepal e da Índia e treinando professores da Escola Dominical – ele foi parado no ano passado a caminho de uma conferência na Índia.

O pastor Nerren, foi questionado sobre sua fé cristã e se os fundos que ele carregava seriam usados ​​para apoiar qualquer obra cristã; ele foi posteriormente preso e detido na Índia em 5 de outubro de 2019.

O CBN News informou anteriormente em outubro passado que Nerren, líder dos Ministérios da Casa Internacional de Oração em Shelbyville, TN, foi inicialmente detido junto com outros dois pastores. Os apoiadores de Nerren acreditam que isso fazia parte de uma ação coordenada da polícia.

Quando ele chegou a Bagdogra, Nerren foi imediatamente preso e disse que havia violado a Lei de Gerenciamento de Câmbio da Índia. Nerren foi “alvejado e preso quando desceu do avião em Bagdogra”, observou o ACLJ.

“Em Bagdogra, o pastor Nerren foi levado sob custódia e transportado para Siliguri, na Índia, onde foi encarcerado e não recebeu nenhuma visita, inclusive do consulado dos EUA ou de seu advogado”.

O ACLJ acrescenta que o mal entendido que levou à prisão do pastor Nerren, poderia ter sido resolvido em poucas horas, em vez de levar quase um ano para ser resolvido.

A esposa do pastor Nerren, Rhonda, fez um apelo urgente à oração em outubro passado, pedindo a todos que orassem pela libertação do marido.

“Meu marido não fez nada de errado”, disse ela. “Seu único crime é viver seu amor inabalável por Jesus.”

Em uma mensagem do Facebook compartilhada na terça-feira, Rhonda ficou muito feliz com o retorno do marido para casa.

“Ele está quase nos EUA! Este é o dia que eu espero, por 7 meses e meio! Estou tão agradecido pela bondade de Deus!”

Infelizmente, a Índia está classificada em 10º lugar na Lista de Vigilância Mundial do Portas Abertas 2020, que monitora a perseguição cristã. Ele subiu 11 posições desde 2015, indicando um aumento acentuado de extrema perseguição.

© Amigo De Cristo – Site de notícias cristãs do Brasil e Mundo.