Igreja ajuda muçulmanos em meio à crise do Covid-19, na Uganda

Igreja ajuda muçulmanos em meio à crise do Covid-19, na Uganda
O pastor Peter Kasirivu, distribuindo ajuda aos muçulmanos na vila de Gaba Uganda (Foto: Reprodução/UGN)

A Igreja da Comunidade de Gaba (CCG), liderada pelo pastor, Peter Kasirivu, alcançou uma comunidade de muçulmanos na Uganda, afetada pelas inundações ao lidar com os desafios da Covid-19 em Katoogo, uma favela às margens do Lago Victoria em Ggaba, Kampala.

Como muitos enfrentaram os desafios da pandemia na cidade de Ggaba, no início do mês passado, o Lago Victoria rompeu sua costa, deslocando milhares de famílias que desde então procuravam refúgio em áreas vizinhas.

O programa de divulgação aconteceu no sábado à frente do Eid, que marca o fim do Ramadã.

Veja também:

Em uma breve declaração, o pastor Peter Kasirivu revelou que itens alimentares, incluindo arroz, foram distribuídos a 100 famílias muçulmanas.

As celebrações do Eid deste ano coincidem com um bloqueio nacional imposto pelo governo para limitar a propagação do coronavírus. No entanto, pandemia mortal já matou milhares de pessoas em todo o mundo, com mais de cinco milhões de casos confirmados.

Covid-19, na Uganda

A Uganda tem apenas 44 casos registrados com a covid-19, sendo entre eles, 11 membros do coral pentecostal da Igreja Watoto, incluindo crianças.

Todas as pessoas diagnosticadas com a covid-19 em Uganda estão vivas. Enquanto isso, o presidente diz estar confiante que o país esteja fazendo um bom trabalho para limitar a dispersão do vírus.

© Amigo De Cristo – Site de notícias cristãs do Brasil e Mundo.