Idosa de 99 anos vence coronavírus após família se manter em oração

A norte-americana, Maude Burke, ficou mais de duas árduas semanas lutando contra a doença.

Idosa de 99 anos vence coronavírus após família se manter em oração
Aos 99 anos norte-americana, vence o coronavírus na Geórgia nos EUA (Foto: Facebook)

A equipe médica de um hospital da Geórgia nos (EUA) está comemorando pela vida de uma idosa de 99 anos que sobreviveu o coronavírus. A norte-americana, Maude Burke, ficou mais de duas árduas semanas lutando contra a doença.

Os profissionais de saúde do Sistema de Saúde Phoebe Putney, em Albany, alinharam o corredor para dar a Maude Burke – que está a apenas alguns meses de seu centésimo aniversário – a despedida que ela merecia.

“Esta celebração foi extremamente especial”, escreveu o hospital no Facebook, observando que Burke era o paciente mais velho do COVID-19 que eles haviam recebido até agora.

“Sua força e determinação são incríveis, e desejamos-lhe felicidades enquanto ela continua a se recuperar”, disse o hospital. “Obrigado por ser uma inspiração, Sra. Maude!”

Leia também:

+ Cristãos fazem circulo de oração em estacionamento de hospital

+ ’Oração era a diferença’’: Diz homem curado do COVID-19

+ Idosa de 90 anos sobrevive ao coronavírus: “Lutei pela minha família”

A neta da sra. Burke comentou o vídeo, dizendo: “Isso me leva às lágrimas. Minha avó …. Eu a amo tanto! Oramos tanto por ela. Mal posso esperar para vê-la.

“Tive o prazer de conhecer essa ‘Mulher de Deus’ e vê-la saindo deste hospital é uma bênção”, acrescentou outro. “Estou em êxtase por ela e sua família. Que Deus continue curando você todos os dias.

Os EUA agora têm mais de 800.000 casos confirmados de coronavírus, com cerca de 45.000 mortes. Apesar da trágica perda de vidas, muitos idosos e pacientes em risco milagrosamente conseguiram sobreviver.

No início deste mês, Jim Toth, um morador de 89 anos da Pensilvânia, recebeu alta do hospital após ser colocado em um ventilador por vários dias e quase morrer.

Um mês antes, em Kirkland, Washington, outro homem de 89 anos chamado Eugene Campbell se despediu de sua cama de hospital após derrotar o COVID-19.

“Achamos que era uma sentença de morte, que não havia como ele sobreviver”, disse o filho Charlie Campbell ao USA Today .

Mas ele fez! Louve a Deus!