Governo de Santa Catarina libera realização de cultos missas

As atividades religiosas em igrejas, templos estão autorizadas a partir desta segunda.

Governo de Santa Catarina libera realização de cultos e missas
Governo de Santa Catarina libera realização de cultos missas

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (20), o governo de Santa Catarina decidiu libera a realização de cultos e missas no estado. Atualmente, Santa Catarina tem 1.063 casos de Covid-19, incluindo 35 mortes.

A flexibilização ocorre porque o governo considera que avanço da doença no estado, pode estar, estabilizado. No sábado (18), o estado divulgou que a taxa de transmissão do vírus teve queda desde que foi decretada a quarentena, em 17 de março. As informações, são do G1.

Regras para os cultos

As atividades religiosas em igrejas, templos estão autorizadas a partir desta segunda. Uma portaria define as regras, que incluem distância de 1,5 metro entre os fiéis, ocupação limitada a 30% da capacidade.

As igrejas, também terão que disponibilizar álcool em gel ou similares. Os frequentadores também terão que usar máscaras. E pessoas do grupo de risco, como idosos, não poderão frequentar esses espaços.

Os demais setores poderão retomar as atividades a partir de quarta-feira (22). Uma portaria que ainda será publicada vai estabelecer as normas para o funcionamento.

Na coletiva, o governador Carlos Moisés (PSL) junto ao secretário de Saúde disseram que a liberação pode ser suspensa a qualquer momento. Mas que as prefeituras podem adotar medidas mais restritivas.

Ainda na coletiva, pediram que a população só saia de casa quando necessário. Além, disso ressaltou que uso de máscaras é obrigatório em todo o território catarinense.

Outros estados

Em Goiás, o governador Ronaldo Caiado (DEM), nesta segunda-feira (20) também liberou os cultos religiosos e demais setores no estado. Mas, ainda continua as restrições causada pela crise do coronavírus, por 150 dias.

Os cultos religiosos estão liberados uma vez por semana em 14 cidades, incluindo Goiânia, e liberados para duas vezes a cada 7 dias no resto do estado desde que cumpram as medidas de segurança.

Nas atividades, fiéis terão de usar máscaras e deve ser dada prioridade a aconselhamento individual. As igrejas deverão disponibilizar produtos para higienização de mãos e calçados, respeitar 2 metros de distância entre os fiéis.