Bebê prematuro de 3 semanas vence luta contra o coronavírus

Os médicos acreditam que este bebê pode ser um dos pacientes mais novo ter contraído a Covid-19

Bebê prematuro de 3 semanas vence luta contra o coronavírus
Bebê Peyton com seus pais. (Foto cortesia do NHS Lanarkshire)

Um bebê prematuro de 3 semanas na Escócia, vence sua luta contra o coronavírus e agora está se recuperando. Os médicos acreditam que pode ser um dos pacientes mais jovens ter contraído a Covid-19, com apenas 3 semanas de idade.

A menina, Peyton, nasceu prematuro “oito semanas” antes da mãe Tracy Maguire, 27 anos, que sofria de pré-eclâmpsia, uma complicação da gravidez caracterizada por pressão alta. Se não tratada, pode revelar-se grave – até fatal – para mãe e bebê.

Peyton foi entregue por cesariana em 26 de março e posteriormente foi colocado em uma incubadora no Hospital Universitário Wishaw, que faz parte do NHS Lanarkshire. Ela pesava apenas 1,5 kg, no nascimento.

Em 15 de abril, Maguire e seu marido, AJ, foram informados de que Peyton havia testado positivo para COVID-19 “apesar de não apresentar nenhum dos sintomas reveladores da doença”, segundo um comunicado da NHS Lanarkshire. A jovem teria experimentado apenas um “fungo”, mas os médicos optaram por testá-la para o COVID-19 e outros vírus.

+ Mãe com coronavírus dá à luz durante coma nos EUA

“Disseram-nos que teríamos que ficar longe de Peyton por 14 dias e isolar em casa, mas pedi para não ficar longe do meu bebê por tanto tempo. Os funcionários concordaram que eu poderia me isolar com ela no hospital enquanto AJ permanecesse em casa ”, disse Maguire, de acordo com o hospital.

Felizmente, Peyton se recuperou depois de ser tratada com esteroides para ajudar a fortalecer seus pulmões, de acordo com a Fox news.

Após dois testes negativos de coronavírus, Peyton foi liberado do hospital no início desta semana, retornando à casa da família em Bellshill, no norte de Lanarkshire. O marido de Maguire, AJ, finalmente conseguiu segurar sua filha pela primeira vez, segundo a agência.

“Somente alguém que esteve em nossa posição pode entender a gratidão que sentimos pelos funcionários do hospital”, disse a nova mãe em comunicado.