Prefeitura do Rio suspende exposição por atacar valores cristãos

Exposição ataca os valores cristãos no Rio de Janeiro

Exposição ataca os valores cristãos no Rio de Janeiro
Exposição ataca os valores cristãos no Rio de Janeiro (Foto:Reprodução)

A prefeitura do Rio de Janeiro resolveu suspender uma “exposição” exibida no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, por considerá-la uma ofensa à fé cristã. A decisão aconteceu após uma notícia-crime.

A exposição na última semana, causou muita polêmica por apresentar obras de um relicário que mostra a imagem da Virgem Maria com um seio à mostra e com a frase “Deus Acima de Tudo Gozando Acima de Todos”, em referência à frase usada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A exposição “Todxs xs santxs – renomeado – #eunãosoudespesa” estava aberta ao público no Centro Municipal Hélio Oiticica, no centro do Rio. O responsável pela obra polêmica é o artista plástico Órion Lalli.

A secretaria de Cultura afirmou em nota que a decisão se baseou no compromisso com o respeito constitucional à liberdade religiosa e a todas as crenças.

“Nossos espaços abrigam manifestações culturais de todas as linguagens e estilos, sendo um dos nossos pilares o respeito à liberdade artística”, disse a nota.

O caso foi exposto na semana passada, pelos parlamentares cristãos o deputado estadual Márcio Gualberto (PSL), junto com a deputada federal Christiane Tonietto (PSL), Gualberto registraram uma notícia-crime na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância.

Um ultraje aos símbolos religiosos e até mesmo a valores caros ao presidente da República. Isso é liberdade de expressão? Vou pedir explicações aos responsáveis pelo espaço e à Prefeitura do Rio de Janeiro”, afirmou Gualberto em sua rede social.

Segundo a Secretaria de Cultura, foi apresentada uma notícia crime na Decradi na quinta-feira, 27. “A Secretaria Municipal de Cultura respeitará o processo legal e aguardará a decisão judicial”, acrescenta.