Pastor pede perdão por culto de imunização do coronavírus no RS

"Só falo em coronavírus se Deus mandar" diz pastor após polêmica em culto

Siga o Amigo de Cristo no Google News
 O pastor Sílvio Ribeiro havia prometido imunizar os fiéis contra o coronavírus (Foto: Divulgação)
O pastor Sílvio Ribeiro havia prometido imunizar os fiéis contra o coronavírus (Foto: Divulgação)

O pastor Sílvio Ribeiro, da Igreja Catedral Global do Espírito Santo, que prometeu imunização aos fiéis do coronavírus durante um culto em Porto Alegre, concedeu uma entrevista coletiva aos jornalistas na própria igreja, nessa terça-feira (3).

“Se soubesse que a declaração causaria polêmica ou pânico, ou agrediria a medicina e os médicos, jamais teria falado. Somente falei em defesa da minha fé, da palavra de Deus”, disse Sílvio Ribeiro.

+ Igreja é investigada por anunciar imunização do coronavírus

A Polícia Civil abriu inquérito na segunda-feira (2), para investigar se havia charlatanismo na divulgação do culto. De acordo com a delegada Laura Lopes, responsável pela investigação, os depoimentos dos membros da igreja estão marcados para às 10h desta quarta-feira (4), incluindo também o pastor, e devem durar todo o dia.

Acompanhado do advogado da igreja, o pastor Sílvio informou que ainda não foi notificado pela polícia, e que não falaria sobre a investigação. Ele disse que não fez publicidade para enganar leigos.

Na coletiva o pastor disse: “Em todo momento preguei a palavra. Tanto que toda polêmica já estava instalada e então mesmo assim fiz a unção com óleo porque tenho que ser fiel a palavra do Deus vivo. Nenhum momento promete que cura o coronavírus. Nenhum momento diz que vou vender o óleo”.

No panfleto de divulgação do culto, que aconteceu no domingo (1º), a igreja anunciava: “O poder de Jesus contra o coronavírus: venha porque haverá unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia, vírus ou doença”.

O pastou ainda pediu perdão à medicina, à ciência e às leis, e disse que “nossa intenção foi a melhor de todas, levar fé, esperança e amor”. Disse o pastor, segundo informações do G1.

Polêmica

“Depois dessa polêmica, só falo em coronavírus se Deus mandar, mas vou continuar labutando pela fé. Sou um amigo dos médicos, sou um amigo da medicina, sou um amigo da ciência. Dou meu pulo na farmácia.

Avaliando a polêmica o pastor disse: “Infelizmente, num péssimo momento usei as palavras erradas, e peço perdão. Vou ser amigo do que está na sociedade para ajudar o ser humano”.

O culto foi filmado e está disponível na internet. Nas imagens, o pastor Sílvio Ribeiro diz que “se você tem o Espírito Santo, a doença vai cair quando chegar em você. O Brasil vai pegar esse demônio aí pelo sangue de Jesus. Não vai ser casa de demônio.”

Ministério Público deixa alerta

MP alerta sobre possível responsabilização de igreja que prometeu imunização contra coronavírus

Ao tomar conhecimento, através de mensagens e postagens em seus perfis nas redes sociais, de um culto contra o coronavírus que prometia imunizar pessoas, o Ministério Público tomou uma série de providências nas áreas cível e criminal. Confira o vídeo abaixo!

Posted by Ministério Público do Rio Grande do Sul on Monday, March 2, 2020