Padre com coronavírus morre após doar respirador para jovem

Embora pareça que ele não sabia a quem iria, ele desistiu de sua própria vida na esperança de salvar a vida de outra pessoa.

Padre com coronavírus morre após doar respirador para jovem
Don Giuseppe Berardelli. (Foto: Reprodução / Twitter)

Um padre italiano fez o sacrifício definitivo, após doar seu respirador na esperança de salvar a vida de alguém mais jovem com coronavírus. Ele morreu na noite de 15 de março em um hospital local em Lovere, onde estava sendo hospitalizado.

Don Giuseppe Berardelli, de 72 anos, desistiu de um respirador que os paroquianos haviam comprado para ele nas semanas que antecederam sua morte, segundo a publicação italiana TgCom24.

Embora pareça que ele não sabia a quem iria, ele desistiu de sua própria vida na esperança de salvar a vida de outra pessoa.

“Ele morreu depois de testar positivo para o coronavírus, mas também porque escolheu se sacrificar por outra pessoa”, relata o site. “Don Giuseppe Berardelli … renunciou ao respirador de que precisava e que sua comunidade paroquial havia comprado apenas para ele.”

“E ele fez isso para que o respirador pudesse ir para outra pessoa. Alguém mais jovem, mas doente como ele. Alguém que nem sabia. Berardelli, era pároco da paróquia de San Giovanni Battista desde 2006, diz a publicação.

James Martin, padre jesuíta e editor da America Mag, compartilhou suas condolências pelo falecido padre no Twitter.

Mártir da Caridade

“Ele é um ‘Mártir da Caridade’, um santo como São Maximiliano Kolbe, que em Auschwitz se ofereceu para substituir um condenado com uma família e foi morto”, escreveu Martin.

“Don Giuseppe morreu como padre”, disse um trabalhador de saúde da casa de repouso em San Giuseppe à revista italiana Araberara. “Estou profundamente comovido pelo fato de que ele, o padre de Casnigo, desistiu de sua vontade de designá-lo para alguém mais jovem que ele.”

O antigo prefeito de Casnigo, Giuseppe Imberti, descreveu-o na revista como “uma pessoa simples e direta, com uma grande bondade e ajuda para com todos, crentes e não crentes”.

Até agora, seis padres italianos morreram por causa do COVID-19, informa a Newsweek. Pelo menos 14 foram hospitalizados.